20/01/2021 às 18h46min - Atualizada em 20/01/2021 às 18h46min

Presidente do STPMO lamenta votação na Câmara do Legislativo de Óbidos que reforça o veto de Lei de Insalubridade | Portal Obidense

Erison Campos se diz triste pelo resultado da votação feita na Câmara de Vereadores de Óbidos.

Por: Marcelo Luiz
Foto: Marcelo Henrique
ÓBIDOS – Nesta manhã de quarta-feira (20) Erison Campos presidente do Sindicato dos Trabalhadores Públicos do Município de Óbidos se posicionou em relação ao resultado da votação na Câmara do Legislativo que manteve o Veto da Lei de insalubridade.

"Nós recebemos essa notícia com muita trsiteza, pois havia várias possibilidades dos nobres vereadores fazerem com que essa gratificação de Insalubridade fosse instituída através de lei, mas infelizmente isso não aconteceu" disse Erison Campos.

Segundo Erison Campos, se o veto viesse a ser derrubado pela Câmara de Vereadores, a prefeitura de Óbidos teria que contratar uma empresa que enviaria até o município um Médico ou Engenheiro do trabalho que faria entrevistas com os servidores que atuam em áreas de risco e a partir disso determinaria no laudo técnico o percentual de gratificação que cada funcionário teria direito, porém todo esse processo teria um tempo, ou seja, ainda que fosse derrubado o veto a gratificação não seria paga de imediato. Logo, a prefeitura ainda assim, teria tempo de se organizar.

Erison ressalta que buscará outros meios para continuar na luta para que a lei de Insalubridade seja efetuada. "Vamos em busca de outras alternativas para que o servidor tenha seu direito garantido, e certamente esses laudos só virão a somar com todas as questões de legislação que estão disponíveis, até mesmo a constituição Federal que prevê que servidores que atuam em locais insalubres tem direito a essa gratificação" disse Erison Campos


Reveja abaixo a entrevista:




Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.4%
22.5%
10.3%
1.5%
0%
0%
15.2%
1.8%
0.6%
34.3%
1.2%
4.0%
4.0%
2.1%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp