Biografia do Professor José Tostes

José Barroso Tostes nasceu no dia 01 de janeiro de 1887, na cidade de São Fidelis, Estado do Rio de Janeiro. Cursou o Ensino Primário e Secundário, no Colégio Dom Pedro II, e posteriormente ingressou da Faculdade de Direito, não chegando a concluir. No ano de 1908, entrou no Serviço Público e foi designado para exercer suas funções no Estado do Acre, permanecendo até o ano de 1912, quando veio para Óbidos, ingressando no Magistério na função de Professor Primário, dando grande colaboração ao Padre André Noirhome, recém chegado a Óbidos, grande entusiasta da educação e considerado o fundador da Escola São Francisco.

No ano de 1915, devido à falta de professores na Escola São Francisco, recebeu 50 alunos, como forma de contribuição ao educandário. No ano de 1919, funda o Colégio Brasil que, segundo Brandão (1977, pg. 23), nas comemorações cívicas do dia da Pátria, via-se “...o Colégio Brasil desfilando e na frente, garbosamente, a grande figura do querido mestre Zé Tostes”. Fato este que demonstra o direcionamento do aluno no despertar de sua consciência política e patriótica. Adotou como metodologia pedagógica a Pedagogia Tradicional.

Em Óbidos conhece sua esposa, (sua ex- aluna) a senhora Maria de Lourdes Matos Tostes, com quem teve oito filhos: Rui Tostes, Virginha Tostes, Terezinha Tostes, Antônio Tostes, Edgard Tostes, José Maria Tostes, Maria José Tostes e Francisco Tostes, todos nascidos em Óbidos. Exerceu as funções de Promotor Público, temporário, Agente de Serviço de Navegação do Pará – SNAPP, e da Empresa de Aviação Panair.

No ano de 1923, foi ao Rio de Janeiro, onde participou de um concurso público promovido pelo Ministério da Educação para a cadeira de Professor de Língua Portuguesa, sendo aprovado em segundo lugar

Nos funerais da Professora Maria Magdalena da Pinna Printes, no dia 16 de novembro de 1930, foi escolhido para falar em nome das associações católicas no Cemitério São João Batista, onde fez um emocionante discurso, exaltando o profissionalismo e as virtudes da educadora.

No ano de 1938, organiza e apresenta, pela primeira vez, o Cordão da Garcinha - continuado mais tarde por uma de suas primeiras brincantes, a senhora Maria José Ferreira - que se tornou um dos cordões de pássaros mais requisitado, no decorrer das festas juninas, durante décadas na cidade de Óbidos.

No ano de 1944, a convite do professor Serra, transfere-se com sua família para a Belém assumindo a cadeira de professor de Língua Portuguesa no Colégio Moderno. Com a criação do Território do Amapá, desmembrado do Estado do Pará no ano de 1943, no Governo de Getúlio Vargas e a nomeação do Capitão Janary Nunes (que havia sido seu aluno em Óbidos), como primeiro Governador, foi convidado para exercer o cargo de Diretor da Escola de Iniciação Agrícola do Município de Amapá, posteriormente, transferido para a direção do Colégio Amapaense. Participou da fundação do Colégio Comercial do Amapá, onde foi um de seus diretores.

Aposentou-se no ano de 1960, vindo a falecer no dia 21 de janeiro de 1963. E como homenagem póstuma, seu nome hoje intitula uma das principais ruas de Macapá e uma escola do Município de Santana. É considerado um dos personagens mais importantes da história da educação do estado do Amapá. Atualmente, um de seus netos, o senhor José Barroso Tostes Neto, filho do senhor Rui Tostes, é funcionário da Receita Federal, que estava assumindo a Secretaria da Receita Estadual e foi cedido pelo governo brasileiro ao Banco Interamericano de Desenvolvimento – BIRD, e hoje, divide o seu tempo entre o Brasil e os Estados Unidos.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

- Arquivo da Escola Municipal de Ensino Fundamental São Francisco, Óbidos.

- Arquivo da Escola Municipal de Ensino Fundamenta, Professor José Tostes.

- BRANDÃO, Francisco Manoel. Terra Pauxi. SECULT, Belém. 1979.

- Depoimento da Professora Maria Pinto (08/03/2018, as 12:30 horas)

- Depoimento via telefone, do Sr. Edgar Tostes (filho do Prof. Tostes), no dia 08 de Março     de 2018, às 20:30 horas.

- http://porta-retrato-ap.blogspot.com.br. Em, 15/01/2018, ás 13:00 hs.

* Prof. Esp. Carlos Augusto Sarrazin Vieira: Licenciado Pleno em Pedagogia, Universidade Federal do Pará. Licenciado Pleno em Ciências Biológicas, Universidade Federal do Pará. Licenciado Pleno em História pela Universidade Cidade de Guanhães, MG. Pós Graduado em Pedagogia Escolar pela Faculdade de Táhirih, AM. Pós Graduado em Metodologia do Ensino da História e Geografia na Educação Básica, Faculdade Internacional de Curitiba. Aperfeiçoamento de professores em Filosofia, UFPá, e Sócio Correspondente do Instituto Historio e Geográfico do Pará – IHGP.

Link
Comentários »

Findando o período letivo qual a matéria mais difícil de passar?

7.0%
14.0%
40.4%
8.8%
19.3%
1.8%
8.8%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...