12/05/2023 às 10h30min - Atualizada em 12/05/2023 às 10h30min

Museu Integrado de Óbidos, o guardião de nossa história | Portal Obidense

Em 2023 o museu completa 38 anos de sua fundação e precisa da ajuda do povo obidense

Por: Elton Pereira


ÓBIDOS - “Um povo que preserva sua história, sua memória e seus habitantes está possibilitando diretamente a construção de um futuro para com sua gente e sua cultura.” -  Rolim Joelson. A frase mostra quão é importante à preservação da história de um povo, para a manutenção de sua identidade e preservação de sua cultura.

Em Óbidos, no oeste do Pará, um dos guardiões da história do povo “Pauxi”, agoniza pelo peso do esquecimento e ainda do abandono daqueles que deveriam lutar pela sua preservação e de todos os objetos, utensílios, livros e etc... Existentes no seu interior, o Museu Integrado de Óbidos completa em 2023, 38 anos de sua fundação, que foi na verdade um presente para Óbidos, já que abriu as portas, pela primeira vez no dia 02 de outubro de 1985, data em que se comemora a elevação da vila de Óbidos à condição de Cidade.




Até os dias atuais o antigo museu é gerido pela ACOB (Associação Cultural Obidense), que foi criada justamente com esse objetivo, de ser responsável por gerenciar o museu, por isso é um pouco mais velha, a ACOB foi fundada em 18 de novembro de 1983.

Uma das fundadoras da ACOB e consequentemente do Museu, é Maria Alice Aquino, que hoje se encontra no posto de presidente da Associação Cultural e responsável por fazer com que o museu siga com as portas abertas, segundo ela, a tarefa não é fácil.


“Recebemos o museu simplesmente abandonado, moveis empoeirados, goteiras por todos os lados, livros e peças históricas sendo devorada pelos cupins, isso dá uma tristeza. E como somos uma entidade filantrópica precisamos da ajuda dos sócios e de doações das pessoas, agradecemos imensamente a ajuda da prefeitura, porém é preciso muito mais para conseguir recuperar o espaço do museu”, afirmou a presidente da ACOB.


 
No espaço cada cantinho conta um pouquinho da história obidense, desde as peças arqueológicas encontradas no município, até as antigas maquinas de projeção de filmes, que servem como afirmação que o município de Óbidos, já teve cinema. Vale ressaltar que encontramos ainda moveis antigos, doados por famílias tradicionais, munição que comprovam a existência outrora de uma fortaleza em nossa cidade e o instrumento de um dos maiores músicos que esse município já produziu, o saxofone de Manoel Rodrigues.

O próprio casarão antigo, por si só já é histórico e fonte de lendas como a noiva do museu, por esse e outros motivos a manutenção do espaço se faz tão importante, e precisa de toda ajuda possível.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp