Biografia Bilu

Bilú

Conheça um pouco da história de um artista auto didata Almerindo Paiva o popular Bilú.

Esta biografia ficará fixa no menu (Personalidade) do Portal Obidense para futuras pesquisas de alunos, historiadores e pessoas que se interessam ou valorizam a história de Óbidos e de seus filhos.

Essas publicações são de certa forma uma homenagem e reconhecimento por feitos dos filhos de Óbidos, que não precisam ser doutor ou ter dinheiro para se tornar uma personalidade e sim ter um dom, habilidade, ser um artista, ter feito algo de diferente como fez Almerindo em sua forma de ser e agir. Desejamos a todos uma boa leitura e também um reconhecimento. Visite também a seção “Óbidos Terra Querida”

ÓBIDOS - Almerindo Valente de Paiva nasceu no dia 02 de outubro de 1941, na cidade de Óbidos. Filho da senhora Maria Valente de Paiva (natural de Óbidos), e pai ignorado. Casado com a senhora Maria de Jesus Gomes de Paiva, com quem teve seis filhos. Iniciou seus estudos em uma escola particular com a professora Ana Mutuca, e aos 08 anos, mudou-se para Manaus, continuando seus estudos em uma escola particular, com o professor Jofre. Ao retornar para Óbidos, estudou no Grupo Escolar, cuja mestra a professora Lilita. A escola era administrada pelos padres franciscanos. Concluindo seus estudos na Escola São Francisco (até o 3º ano do Ensino Primário).

Por ter nascido com um sinal próximo a sua orelha direita, recebeu de uma de suas tias o apelido de BILUCA, e mais tarde, Bilú, o qual foi incorporado ao seu nome artístico.

Aos 5 anos, descobriu sua aptidão para a pintura, riscando no chão paisagens, principalmente nos dias de chuva. Começou a pintar profissionalmente aos 17 anos, e seu primeiro trabalho foi pintar a residência do senhor Chico Lobo. Mesmo tendo escolhido a profissão de pintor, desenvolveu paralelamente no Município de Óbidos trabalhos adversos, como: juteiro (plantador de juta); castanheiro (coletor de castanha do Pará), ajudante de pedreiro nas obras de aterro do aeroporto de Óbidos; eletricista, no Sindicato Rural; oleiro; ajudante da senhora Aurora Rego, na fabricação de macarrão; funcionário da Olaria do Sr. Andrade; barbeiro nas horas vagas; e funcionário da firma do senhor Chocron.

Ao mudar-se para a Capital do Amazonas continuou desenvolvendo sua profissão de pintor. Trabalhou nas firmas: Casa da Banha, como pintor, laqueador e marceneiro; Empresa de Viação Santa Maria, como pintor de ônibus; na firma Teloureiro, como pintor e laqueador; na Polifer, como pintor e laqueador; Empresa Eber, prestando serviços para a Shell.

Ainda em Óbidos na década de 50, participou do Grupo Folclórico do senhor Antonico Pé de Arpão, como “Rapaz do Boi”, juntamente com a dona Nenê Três Almas, além de fabricar o protótipo do boi.

Desde o ano de 1958, ao lado do senhor Miguel Venâncio e outros ícones do carnaval obidense, tornou-se um dos nossos maiores carnavalescos. Como curiosidade, as roupas carnavalescas do Bilú, são por ele confeccionadas.

Seus trabalhos como artista plástico é reconhecido regionalmente e se encontram distribuídos em várias cidades do Brasil, como: Belém, Rio de Janeiro, Manaus e até nos Estados Unidos. Reproduz fotografias e faz restauração de santos antigos.

Atualmente o Pintor Bilú, é residente e domiciliado na cidade de Óbidos, na Travessa Paulo VI, nº 2449, bairro de São Francisco, na cidade de Óbidos, onde está instalado o seu humilde ateliê, também utilizado por um de seus filhos.

Mande sua Sugestão de Matéria e Biografia: redacao@obidense.com.br

Link
Tags »
Biografia Bilú Almerindo Paiva Óbidos Pará Obidense personalidade
Comentários »

Findando o período letivo qual a matéria mais difícil de passar?

0%
20.0%
60.0%
0%
0%
20.0%
0%
Moeda Valor
Dólar 3.2524
Euro 3.8212
Peso Argentino 0.1862
Bitcoin 29096.99999