31/03/2022 às 09h39min - Atualizada em 31/03/2022 às 09h39min

Óbidos e o golpe militar do dia 31 de março de 1964 | Portal Obidense

Veja como foi à movimentação do poder executivo no munícipio de Óbidos

Por: Prof. Carlos Augusto Sarrazin Vieira

ÓBIDOS - Com o movimento deflagrado pelos militares no dia 31 de março de 1964, justificado por uma possível restauração a disciplina e a hierarquia das Forças Armadas brasileira, assim como, deter uma possível “ameaça comunista”, que segundo o alto escalão militar pairava sobre o Brasil, na madrugada desse dia, tropas militares tiraram os tanques dos quartéis, consolidando a tomada do poder, que perduraria até o ano de 1985 com a última eleição indireta para Presidente da República, que elegeu o senhor Tancredo de Almeida Neves.

Naquele dia, o Prefeito Constitucional de Óbidos era o senhor Antônio Santarém, que havia sido democraticamente eleito como vice-Prefeito juntamente com o Senhor Círio Santos no ano de 1962, e deveriam permanecer até o ano de 1966. Com renúncia ou cassação do senhor Círio Santos, o mandato foi concluído pelo senhor Antônio Santarém. Nesse primeiro momento, nada mudou.

Nas eleições municipais de 1966, foi eleito o senhor Haroldo Heráclito Tavares da Silva, que tinha como vice, o senhor Aluísio Menezes de Barros, mandato este que também foi respeitado.

Nas eleições estaduais de 1968, o senhor Prefeito Haroldo Heráclito Tavares da Silva, afastou-se para concorrer ao cargo de Deputado Estadual, sendo eleito. Com isso, o mandato foi concluído pelo senhor Aluísio Menezes de Barros.

No ano de 1968, foi editado o Ato Institucional nº 5, datado do dia 13 de dezembro de 1968, pelo então Presidente Costa e Silva, que resultou na intervenção dos municípios e na suspensão de mandatos de parlamentares. Com isso, os gestores municipais passaram a ser nomeados pelo senhor Presidente da República.

No ano de 1971, assumiu como prefeito nomeado, o senhor José Carlos Ferrari, economista e filho de imigrantes italianos, permanecendo até o ano de 1978, quando foi substituído no ano seguinte, pelo Capitão Raimundo Nonato Barbosa do Nascimento, militar e último Comandante do Quartel Militar de Óbidos.

Em 1980, foi nomeado prefeito, o senhor Alcides Martins Tourão Corrêa, funcionário público estadual, que teve como padrinho político, o senhor Governador Coronel Alacid da Silva Nunes.

Este último, foi substituído no ano seguinte, pelo senhor Haroldo Heráclito Tavares da Silva, pecuarista, ex-Vereador, Ex-Prefeito e ex-Deputado cuja nomeação teve o aval político do Coronel Jarbas Gonçalves Passarinho, então Senador da República.

No ano de 1985, com a queda do Regime Militar e o retorno do Regime Democrático, assumiu como Prefeito Municipal por um período de transição, o Presidente da Câmara Municipal de Óbidos, senhor Raimundo Nelson Almeida de Souza, permanecendo até a posse do senhor Zolivaldo Sarrazin Florenzano, que passou para a história como o primeiro Prefeito eleito através do voto livre, direto, secreto e soberano após a queda do Regime Militar.


 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp