29/11/2017 às 16h43min - Atualizada em 29/11/2017 às 16h43min

Ansiedade e expectativa na eminencia do rebocador da Bertolini ser reflutuado. A embarcação foi removido para uma parte mais baixa do rio.

Equipe do Portal Obidense está no local acompanhando os trabalhos, agora a pouco, os trabalhos pararam e dão indício que ficará para amanhã a reflutuarão tão esperada pelos familiares.

Eury Silva
Por: Rafaela Aquino
Foto: Eury Silva e Rafaela Aquino

ÓBIDOS – Após 119 dias de angustia, ansiedade e sentimento de incapacidade, nesta quarta-feira (29) familiares receberam em fim a notícia que o rebocador que supostamente guarda os 9 corpos dos tripulantes desaparecidos foi desenterrado do fundo do rio Amazonas e estava agora sob o controle do guincho da Cábria da empresa Smith.

Em conversa com parentes das vítimas que estão próximo ao local acampados acompanhando todo o processo o sentimento é de esperança em saber que em fim, chegará ao fim o martírio e sofrimento das famílias e poderão oferecer um velório digno aos seus ente queridos.

Disse Waltenes Sena (foto acima), “Se mistura alegria com ansiedade né, a gente sabe que o rebocador já está ali, preste a ser reflutuado, a nossa ansiedade é que depois de reflutuado seja encontrado nosso ente querido que estão ali, tivemos informações que o rebocador estava soterrado e fizemos muitas orações, agora um alivio muito grande, mas ainda vamos aguardar, eu acredito em milagre”.

Gilmar Santos disse: “No primeiro momento, estávamos um pouco triste que não tinha mais notícias como estava os trabalhos, mas hoje através do delegado que trouxe a notícia pra gente que a embarcação já está segura pela garra e que já está praticamente certo que ela será retirada do fundo do rio. Agora vamos tranquilizar nosso sofrimento, depois desse luta tão demorada encaminhando para uma página final”.

Wemerson Almeida falou: “Agora temos a certeza, pois a informação veio oficialmente através da Marinha do Brasil que é quem está cuidando da Operação, já estamos vendo que foi feito o içamento do empurrador e vamos ficar aqui até que seja finalizado. Significa um alívio muito grande depois de 119 dias do acidente e 16 dias de trabalhos hoje parece estar chegando ao final”.  

Leia também: Entrevista Delegado Fluvial

Depois de 119 dias do acidente e 16 dias de muito trabalho para retirar o rebocador do fundo do rio, parece mesmo estar chegando ao fim. Desenterrado e içado, a embarcação já está presa na garra da Cábria da empresa Smith e foi retirado do local onde estava soterrado na comunidade do São Lázaro e levado para a comunidade do Livramento em uma parte de aproximadamente 15 a 20 metros de profundidade, onde será feito outros procedimentos.

Os trabalhos de hoje irão encerrar as 17h:30mn e retornará amanhã as 9h, onde segundo informações mergulhadores irão até ao rebocador, ação esse que não está no plano de ação traçado para o resgate da embarcação, após esse procedimento finalmente a embarcação será içada e colocada em cima de uma balsa, esse momento será de muita ansiedade. Após esse procedimento, quando a embarcação for retirada do fundo do rio os agentes do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves (CPC), órgão do Instituto Médico Legal (IML), devem entrar em ação, junto à Polícia Civil e à Marinha para realizar o trabalho de perícia. Caso os corpos sejam encontrados serão removidos imediatamente e logo depois será levado para a cidade de Santarém.

Nossa equipe do Portal Obidense estará no local para acompanhar os procedimentos apesar das barreiras, onde a Marinha não permite a aproximação da imprensa que fica a alguns quilômetros de distância acompanhando e tentando passar aos seus leitores informações de interesse público, sobre um dos acidentes mais estranhos do rio Amazonas, a colisão de um navio cargueira com um comboio de balsas.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.4%
22.5%
10.3%
1.5%
0%
0%
15.2%
1.8%
0.6%
34.3%
1.2%
4.0%
4.0%
2.1%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp