18/01/2024 às 15h05min - Atualizada em 18/01/2024 às 15h05min

Agente da PRF é preso em flagrante com 300 quilos de cocaína e crack no interior de SP

Os suspeitos disseram que entregariam a carga na capital paulista.

Da Redação
istoe.com.br

Portal Obidense  Publicidade 790x90

Foto: Divulgação/SSP
 

SÃO PAULO - Um policial rodoviário federal foi preso em flagrante nesta quarta-feira, 17, transportando mais de 300 quilos de cocaína e crack no compartimento secreto de uma caminhonete de luxo, na Rodovia Raposo Tavares (SP-270), em Assis, no sudoeste do Estado de São Paulo. Outro homem que estava com o policial no veículo também foi preso. Há suspeita de que a droga vinha do exterior.

Os suspeitos disseram que entregariam a carga na capital paulista. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) abriu apuração administrativa contra o policial.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP), agentes da Polícia Rodoviária Estadual faziam patrulhamento de rotina pela rodovia quando observaram um caminhão-guincho carregado com uma caminhonete.

Dentro do veículo estavam os dois suspeitos que tentaram se abaixar ao ver a viatura. Devido a esse comportamento incomum, os policiais decidiram realizar a abordagem.

Os suspeitos, um deles o policial rodoviário federal, informaram que a caminhonete teria quebrado e por isso pediram o guincho. Conforme a SSP, ao realizarem vistoria no veículo, os policiais perceberam que havia um compartimento estranho no assoalho da carroceria. No esconderijo, foram encontrados 198 tijolos de cocaína e 128 de crack, totalizando 338,6 quilos de droga. No mercado ilegal, a carga poderia valer próximo de R$ 10 milhões.

O policial federal, de 42 anos, e o outro homem, um autônomo de 46, disseram aos militares que receberam a carga em Toledo, no Paraná, e seriam pagos para levar a droga até a cidade de São Paulo, onde seriam contatados pelo destinatário final.

As drogas e a caminhonete, uma Toyota Hilux, foram apreendidas. Os suspeitos presos foram encaminhados à Delegacia Seccional da Polícia Civil em Assis e seriam apresentados à Justiça em audiência de custódia.

Esta é a primeira grande apreensão de drogas, este ano, na Raposo Tavares, conhecida rota de escoamento de produtos ilegais vindos do Paraguai e da Bolívia, através do Mato Grosso do Sul.

Além de contrabando, grandes quantidades de maconha são apreendidas no trecho em que a rodovia corta o oeste paulista, ligando com o Estado vizinho. Em maio do ano passado, em apenas uma apreensão, a PM recolheu mais de 12 toneladas de maconha transportadas em uma carreta, em Presidente Prudente.

A PRF informou em nota que, tão logo foi informada da prisão em flagrante de um agente do órgão na cidade de Assis (SP), acionou a Corregedoria para apoiar a investigação sobre o ocorrido e conduzir a apuração administrativa.

“A PRF manifesta repúdio a qualquer conduta que vá de encontro a seus valores constitucionais e reafirma o compromisso do órgão de não tolerar desvios de conduta por parte de seus servidores”, disse a instituição.

O fato da polícia não ter divulgado os nomes dos suspeitos impossibilitou que a reportagem fizesse contato com suas defesas.

 

Portal Obidense  Publicidade 790x90


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp