27/08/2023 às 17h32min - Atualizada em 27/08/2023 às 17h32min

Operação Escudo completa um mês com R$ 2 milhões de prejuízo ao tráfico de drogas

Em 30 dias foram presas 634 pessoas; 22 abordagens terminaram com suspeitos mortos após reagirem e entrarem em confronto com policiais

Da Redação
Jovem Pan

Portal Obidense  Publicidade 790x90

Foto:Jovem Pan

BRASIL - A Operação Escudo da Secretaria de Segurança Pública (SSP) completou um mês neste sábado, 26, na Baixada Santista. De acordo com o governo de São Paulo, durante este período, as forças de segurança apreenderam 84 armas ilegais e 905 quilos de entorpecentes, o que causou R$ 2 milhões de prejuízo ao tráfico de drogas na região. Além disso, em 30 dias, foram presas 634 pessoas. Destas, 240 eram foragidas da Justiça por diferentes crimes, desde falta de pagamento de pensão até roubo à mão armada, sequestro e homicídio. 

Entre os presos em flagrante e os que eram procurados estão criminosos com passagens policiais, líderes de facção e traficantes. Com o reforço de cerca de 600 homens de todos os batalhões do Estado, a operação teve início em 28 de julho, um dia após o soldado Patrick Bastos Reis, da Rondas Ostensivas Tobias Aguiar (Rota), ser morto por criminosos durante incursão a uma comunidade no Guarujá. Ele e seu colega, que também foi baleado, faziam patrulhamento pela operação Impacto Litoral, desencadeada em junho para combater os altos índices de criminalidade e a forte incidência do tráfico de drogas na região. As forças de segurança conseguiram identificar e prender todos os envolvidos no assassinato do policial. 

Durante os 30 dias de operação, em 22 abordagens os suspeitos reagiram, entraram em confronto com os policiais e acabaram morrendo. Todos estes casos são investigados pela Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais) de Santos, com apoio de equipes do Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP).

Portal Obidense  Publicidade 790x90


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp