08/08/2017 às 17h15min - Atualizada em 08/08/2017 às 17h15min

Com a localização do empurrador a 15km do local do acidente, Bertoline apresentará um plano de ação para flutuação do mesmo.

Chega no 7º dia de busca pelas 9 vitimas da colisão entre o empurrador da empresa Bertolini e um navio da empresa Mercosul Santos, agora aguardar o plano de ação para retira-lo do fundo do rio Amazonas.

Por: Rafaela Aquino
Foto: Marinha do Brasil

ÓBIDOS - Durante esses seis dias após o acidente fluvil entre um navio cargueiro da empresa Mercosul Santos, que seguia em direção à cidade de Manaus, com um comboio de nove balsas da empresa Bertolini, nas proximidades do município de Óbidos, no oeste do Pará, onde entre essa colisão o empurrador naufragou com 11 pessoas 02 conseguiram se salvar e 09 continuam desaparecidas até esse o momento.

As buscas pelos desaparecidos estão sendo constantes, desde o dia do acidente, um trabalho intencivo da Marinha do Brasil na proucura dos desaparecidos, trabalhando por meio de lanchas da Capitania Fluvial de Santarém e dos Navios Patrulha “Bocaina”, de Belém (PA), e Hidroceanográfico Fluvial “Rio Branco”, de Manaus (AM), com o grande apoio de mergulhadores do Corpo de Bombeiros e agentes dos Órgãos de Segurança Pública.

Um número de aproximadamente 30 pessoas. Nas últimas infomações passadas pela Marinha de Santarém, por meio do Capitão Freitas, no domingo (06), com a chegada do navio Hidroceanográfico Fluvial “Rio Branco” em suas primeiras varreduras no local, localizou, por meio do sonar multifeixe, um casco que poderia ser do Empurrador da empresa Bertolini, a 15km do local em que ocorreu a colisão, mais até ai, nada definido, já na segunda-feira (07), através de dois sonares de alta precisão “side scan”, um do Navio “Rio Branco” e outro contratado pelo Navio “Mercosul Santos”, finalmente foi constatado, com 99% de certeza, que o casco é do Empurrador.

Agora com 99% de certeza da localização do empurrador, a empresa Bertolini irá apresentar um plano de salvamento onde irá passar pela aprovação da Marinha do Brasil, a fim de iniciar a reflutuação do Empurrador. Familiares das vitimas continuam acompanhando de pertinho os trabalhos que estão sendo feitos, e com essa informação de que ja se tem a certeza da localização do empurrador, a esperança de serem encontrados os corpos das vitimas aumentou.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.3%
22.3%
10.1%
1.7%
0%
0%
15.3%
1.7%
0.6%
33.8%
1.7%
3.8%
4.6%
2.0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp