20/11/2017 às 15h54min - Atualizada em 20/11/2017 às 15h54min

Nesta segunda-feira 20, quilombolas realizaram em Óbidos uma caminhada.

A ação foi uma forma de mostrar que o povo Quilombola está sempre em luta pelos seus direitos.

Por: Rafaela Aquino
Fotos: Rafaela Aquino - Caminhada Quilombola em Óbidos

ÓBIDOS - Associação das Comunidades Remanescente de Quilombolas do Município de Óbidos, realizaram nesta segunda-feira 20, uma caminhada pelas ruas da cidade de Óbidos, no oeste paraense. A passeata faz parte da programação alusiva ao dia Nacional da Consciência Negra, instituída através de lei federal todo dia 20 de novembro.

A programação contou com a presença de aproximadamente 80 pessoas entre crianças, jovens e adultos. Aderiram à essa passeatas alunos e professoras das escolas municipais, Duque de Caxias e Inglês de Souza.

A caminhada saiu da praça José Veríssimo no centro da cidade e terminou com uma oração na praça Frei Rogério, conhecida como pracinha do “O”, também no centro.

Durante o percurso foram feitas paradas na escola José Veríssimo e escola Duque de Caxias, os alunos foram para a frete das escolas para saudarem os participantes da caminhada, e ouvirem o pronunciamento do presidente da associação Quilombola, que contou um pouco da histórias do seu povo.

“Hoje a nossa escola teve o privilégio de recepcionar esse movimento dos quilombolas, a escola já tinha entrado em contato com o seu Marciano para ver a possibilidade deles virem fazer uma palestra na escola... aí eles já tinham essa programação onde unimos o útil ao agradável, e hoje nossos alunos tiveram a oportunidade de conhecer um pouco sobre a história dos quilombos... Assunto tema e trabalho em nosso projeto que terá sua culminância no dia 29 desse mês”. Informou a diretora da Escola Duque de Caxias, Paula Rego.

Segundo Marcelino Sena em Óbidos existem 18 comunidades Quilombolas e 07 associações remanescente. “Somos só uma família, unidos por um só ideal que é lutarmos por nossos direitos, nos dias de hoje em nossas comunidades quilombolas sofremos bastante com falta de muitas coisas e é justamente atrás desses nossos direito que continuamos lutando”. Disse Marcelino Sena presidente da Associação Quilombola em Óbidos.

Nos dias 17 e 18 na comunidade Paraná de Baixo, foi realizada uma programação especial para todas as comunidades quilombolas, onde estiveram presente vários representantes de secretarias do município de Óbidos, representante do Incra de Santarém e quilombolas das comunidades renascentes.

“Durante esses dois dias de programação foi muito satisfatório para nós onde fomos ouvidos e ouvimos o que eles tinham para nos dizer, apresentamos também nossas necessidades, trabalhamos o tema: Quilombolas de Óbidos e a luta pelo seus territórios. Nossa luta é constante e nunca pararemos”. Ressaltou Sena.

Segundo Marcelino todos os quilombolas sócios da associação, matem ainda os trabalhos sem o uso da tecnologia para a sua sobrevivência.

Todas as comunidades quilombolas, ainda trabalham sem o uso da tecnologia, trabalhamos como nossos antepassados manualmente e vivemos bem assim e é desses trabalhos que cada quilombola se matem com a cultura passada pelos nossos antepassados”. Finalizou Marciano Sena.

Histórico

A data lembra o dia em que Zumbi dos Palmares foi assassinado, em 1695. A República de Palmares é um dos principais símbolos da resistência negra à escravidão. Em 1971, ativistas do Grupo Palmares, do Rio Grande do Sul, constataram a data da execução de Zumbi e iniciaram uma série de comemorações anuais, elevando-a como data de referência negra. Sete anos depois, o Movimento Negro Unificado contra a Discriminação Racial incorporou a data como celebração nacional e tornou Zumbi dos Palmares um herói nacional, vinculado diretamente à resistência do povo negro.

Em 2003, a Lei 10.639/03, sancionada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, estabeleceu o 20 de novembro como Dia Nacional da Consciência Negra, integrando a data ao calendário escolar brasileiro. Já em 2011, a Lei Nº 12.519 instituiu a data como Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.4%
22.6%
10.1%
1.8%
0%
0%
15.5%
1.8%
0.6%
33.9%
1.5%
3.9%
3.9%
2.1%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp