07/06/2022 às 09h57min - Atualizada em 07/06/2022 às 09h57min

Uepa abre inscrições em Santarém para projeto que trata dores crônicas ósseas e articulares | Portal Obidense

O projeto, que envolve alunos do curso de Fisioterapia, oferta de maneira gratuita os serviços da hidroterapia a pessoas com dores osteomioarticulares

Redação
Agência Pará
Agência Pará

PARÁ - O campus XII da Universidade do Estado do Pará (Uepa), em Santarém, município do oeste paraense, recebe inscrições até o próximo dia 15 (quarta-feira) para o ingresso como pacientes ao atendimento do Projeto Hidroterapia nas Dores Crônicas Osteomioarticulares, promovido pelo curso de Fisioterapia da instituição.

Quem quiser participar basta entrar em contato com um dos acadêmicos que participam do projeto e marcar uma avaliação, para verificar se está dentro dos critérios de inclusão. Os documentos necessários para ingressar são RG, CPF, comprovante de residência e carteira do Sistema Único de Saúde (SUS), além de encaminhamento para o serviço de Fisioterapia ou laudo que comprove a disfunção que leva às dores crônicas. Os telefones para contato são (93) 99105-2038 e (93) 99155-5669.

O projeto surgiu diante da grande procura de pessoas, principalmente idosas, com sintomas de dores crônicas no ambulatório de Fisioterapia do Campus XII. Segundo a coordenadora do espaço, professora Mariana Furtado, o serviço pretende atender ao público da terceira idade, propiciando qualidade de vida com a redução de dores crônicas ósseas e articulares. “Projetos como este são muito importantes para a comunidade, pois no município são poucas as opções gratuitas de assistência de serviços de reabilitação. Além disso, é de grande valor para a comunidade acadêmica desenvolver práticas de pesquisa, extensão e formação profissional a partir de projetos que envolvem atendimentos como esse”, informou Mariana Furtado.

Recuperação - A hidroterapia ou a fisioterapia aquática é um serviço terapêutico que corresponde à prática de exercícios em piscina com água a 34º C. O objetivo é acelerar a recuperação muscular, óssea e articular de pacientes lesionados ou com doença crônica.

A equipe do Projeto Hidroterapia nas Dores Crônicas Osteomioarticulares conta com sete integrantes, sendo uma coordenadora e seis alunos do curso de Fisioterapia. Para o graduando Israel Leite, a participação no projeto é uma possibilidade de praticar todo aprendizado teórico. “Infelizmente, muitas pessoas não têm acesso a esses serviços e/ou não possuem condições financeiras para realizar tal tipo de tratamento fisioterapêutico, fazendo com que sua condição, seu quadro de dor, se agrave e interfira negativamente na realização de suas atividades diárias, podendo em alguns casos ser incapacitante", explicou.

Nesse contexto, o projeto oferta de maneira gratuita os serviços da hidroterapia a pessoas que convivem com alguma dor osteomioarticular, para que possam melhorar e ter qualidade de vida, com a redução do quadro de dor. Elas também aprendem mais sobre saúde em geral, por meio da prática de Orientação em Saúde, principalmente em relação a medidas para evitar doenças e seus agravos, como quedas e outras situações comuns na terceira idade.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp