12/05/2022 às 11h07min - Atualizada em 12/05/2022 às 11h07min

App de alfabetização criado por estudante vai representar o Brasil em competição mundial | Portal Obidense

Cecília tem 13 anos e conquistou o 1o lugar no programa TechNovation for Girls

Redação
Luiza Lafuente
Foto Estudante
BRASIL - O aplicativo Emília foi desenvolvido por quatro meninas, com idades entre 13 e 15 anos, para ajudar a diminuir os índices de analfabetismo na população brasileira. Com uma missão nobre, o app nasceu no Technovation For Girls - Summer School, que aconteceu entre fevereiro e abril deste ano, e conquistou o primeiro lugar na categoria Júnior para concorrer internacionalmente, representando a América Latina. 
 
A Tech School é uma iniciativa da Universidade de São Paulo (USP), totalmente gratuita, para ensinar a meninas de 8 a 18 anos métodos e competências inovadoras para desenvolver aplicativos que ajudem a solucionar problemas da comunidade. 
 
A premiação da etapa local aconteceu no dia 30 de abril e foi uma bela surpresa para Cecília Zanlorenssi Herold, aluna do Colégio Marista de Maringá. “Foram muitas semanas de dedicação, estudo, aprendizagem e até noites sem dormir, mas valeu muito a pena quando fomos selecionadas!”, afirma. 
 
A ideia da equipe, que se chama Teen Tech, surgiu com base em debates para contornar e resolver problemas locais. O analfabetismo surgiu em uma dessas trocas e logo o app ganhou vida e um nome em homenagem à pedagoga argentina Emília Ferrero. “Nosso objetivo é contribuir para a educação e oferecer ferramentas para ajudar professores e tornar a aprendizagem mais interessante, com uso da tecnologia”, comenta a estudante. 
 
Próximos passos
Ansiosa pela chegada da etapa internacional, Cecília avalia abraçar novos interesses e áreas, já que sonhava em cursar Direito, mas agora isso pode mudar. “Eu sempre fui bem em matemática e participar do workshop me mostrou que existem muitas áreas para serem exploradas. Sempre gostei de jogos, aplicativos e inclusive virei monitora de Matemática no colégio”, revela. 
 
Sobre os Colégios Maristas:  os Colégios Maristas estão presentes no Distrito Federal, Goiás, Paraná, Santa Catarina e São Paulo com 18 unidades. Nelas, os mais de 25 mil alunos recebem formação integral, composta pela tradição dos valores Maristas e pela excelência acadêmica. Por meio de propostas pedagógicas diferenciadas, crianças e jovens desenvolvem conhecimento, pensamento crítico, autonomia e se tornam mais preparados para viver em uma sociedade em constante

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.3%
22.4%
10.2%
1.7%
0%
0%
15.0%
1.7%
0.6%
33.1%
1.7%
3.7%
5.1%
2.5%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp