08/02/2021 às 15h00min - Atualizada em 08/02/2021 às 15h00min

Operação lockdown na zona rural do município de Óbidos | Portal Obidense

A fiscalização que já vinha sendo realizada na cidade, agora se direcionou paras as comunidades de terra firme

Por: Marcelo Luíz


ÓBIDOS - Com saída de Óbidos as 9 horas do domingo (07), o comboio que era integrado pela Polícia Militar, Departamento Municipal de Trânsito, Vigilância Sanitária, Defesa Civil e agentes da fiscalização tributária seguiu pela PA-437 e seu primeiro ponto de parada foi a comunidade Payol que fica aproximadamente 70 km do município de Óbidos. Abordagens em bares e pontos de aglomerações foram efetuadas.

Em seguida outra parada foi realizada na comunidade Ananaí, onde o coordenador de defesa Civil de Óbidos Jamerson Amaral falou sobre a importância dessa ação nas comunidades. "Estamos nesse trabalho de fiscalização e orientação intenso e seguiremos até o Flexal onde tivemos várias denúncias de possíveis aglomerações" disse o coordenador.



A viagem segue pela estrada de terra, a próxima parada foi na comunidade Igarapé Açu, onde o proprietário de um salão de beleza foi orientado pela vigilância sanitária a fechar seu estabelecimento obedecendo as determinações do decreto Municipal que autoriza apenas a abertura de serviços essenciais.

O comboio chega ao Distrito do Flexal, uma localidade bem distante do município de Óbidos, são aproximadamente 113 km de estrada percorrido.

A vigilância sanitária segue o trabalho de orientação aos donos de bares e lanchonetes, notificações são entregues aos proprietários que estavam com seus estabelecimentos abertos.
A fiscalização chega até as comunidades São José, Matá e Silêncio que são conhecidas como áreas quilombolas.
 
Mais uma vez os proprietários de bares são notificados e orientados a permanecer com seu estabelecimento fechado respeitando assim o decreto municipal que está em vigor.
 
O Enfermeiro Darlan Ferreira que é coordenador da vigilância sanitária ressalta o trabalho da fiscalização nas comunidades. "A vigilância sanitária está aqui dando esse suporte, prestando as orientações devidas nesse processo de pandemia e realizando as fiscalizações, pois recebemos inúmeras denúncias da zona rural" disse Darlan Ferreira
 
Além das fiscalizações em bares e em locais de possíveis aglomerações, moradores com atitudes suspeitas foram abordados pela Polícia Militar.

O aspirante Emídio fala da participação da Polícia nessa ação. "Nosso apoio é em relação a segurança pública dando segurança aos outros órgãos fiscalizadores. Notamos também o forte índice de tráfico de drogas na comunidade e por isso trabalhamos em conjunto" disse Asp. Hemídio.

Contudo, 8 proprietários de bares foram notificados e orientados.

Todos assinaram termo de responsabilidade e em caso de descumprimento do decreto a lei será aplicada através de multa para pessoa física no valor de 150 reais e pessoa jurídica que poderá chegar em até 50 mil reais, dobrando em caso de reincidência.



Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.3%
22.5%
10.2%
1.8%
0%
0%
15.2%
1.8%
0.6%
33.3%
1.8%
3.8%
4.7%
2.0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp