16/05/2018 às 14h17min - Atualizada em 16/05/2018 às 14h17min

Centros de Educação oferecem serviços diferenciados para aceleração de escolaridade

Inf: Agencia Pará
Por: Walmir Ferreira
Foto: Agencia Pará
PARÁ - Dados divulgados recentemente pelo Instituto Nacional de Educação e Pesquisas Educacionais “Anísio Teixeira” (Inep), apontam um aumento de 7,08%, em relação a 2017, no número de candidatos que farão o Exame Nacional de Ensino para Certificação de Competência de Jovens e Adultos (Encceja Nacional). Dos 1.695.607 candidatos inscritos até abril de 2018, 326 desejam obter o certificado de conclusão do ensino fundamental e 1.339.281 do ensino médio. As provas, que serão realizadas no dia 5 de agosto, em todo o Brasil, garantem a certificação dos ensinos fundamental e médio para quem não concluiu os estudos na idade certa.
 
Segundo a coordenadora de Educação de Jovens e Adultos da Secretaria de Estado de Educação (Ceja/Seduc), Núlcia Azevedo, como o Inep ainda não disponibilizou os números por municípios, não é possível fazer uma avaliação completa dos candidatos paraenses. “Como a aplicação do exame começou a partir de 2017, a Seduc ainda não dispõe de um projeto voltado especificamente para o Encceja, mas já está se organizando para desenvolver um projeto de apoio pedagógico aos candidatos que vão fazer as provas”, explicou.
 
Para quem não conseguiu se inscrever no Encceja Nacional 2018, a Seduc orienta procurar os Centros de Educação de Jovens e Adultos (Ceejas) localizados em Abaetetuba, Belém, Marabá, Santarém e Xinguara, para realizar o Exame Estadual Permanente. Além da certificação de conclusão dos ensinos médio e fundamental, os centros também aproveitam as notas do Enem (Exame Nacional de Ensino Médio) até 2016 e notas de todos os anos do Encceja.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.4%
22.6%
10.1%
1.8%
0%
0%
15.5%
1.8%
0.6%
33.9%
1.5%
3.9%
3.9%
2.1%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp