04/12/2023 às 16h57min - Atualizada em 04/12/2023 às 16h57min

Mais de 2 mil quelônios ganham a liberdade no Refúgio de Vida Silvestre Tabuleiro do Embaubal

A Unidade de Conservação do Ideflor-Bio, na região sudoeste paraense, detém o título de maior área de desova de tartarugas-da-amazônia, tracajás e pitiús, no mundo

Da Redação
Ag. Pará

Portal Obidense  Publicidade 790x90

Foto: Ag. Pará

PARÁ - Mais de 2 mil quelônios, entre tartarugas-da-amazônia, tracajás e pitiús foram soltos neste sábado (2), no Refúgio de Vida Silvestre (Revis) Tabuleiro do Embaubal, m Senador José Porfírio, no sudoeste paraense. A iniciativa faz parte do Projeto Tartarugas do Xingu, uma ação desenvolvida pela empresa Norte Energia, em parceria com o Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade (Ideflor-Bio).

Funcionários da empresa concessionária e a imprensa local foram convidados a participar dessa experiência e conhecer de perto todo o processo, desde a postura dos ovos até a retirada dos ninhos e a soltura dos filhotes no rio. Durante a programação, os participantes se envolveram em uma gincana, na qual aprenderam mais sobre as espécies que desovam no Revis Tabuleiro do Embaubal.

O Projeto Tartarugas do Xingu continua neste domingo (3), e também no próximo final de semana, com a expectativa de reintegrar à natureza cerca de 20 mil filhotes. Até o final de 2023, a previsão é que 600 mil tartarugas sejam soltas no local, contribuindo para a preservação da biodiversidade. Essa ação contribui para a conservação das três espécies e para a manutenção do equilíbrio ecológico do rio Xingu, entre outros.

Quem acompanhou a soltura dos quelônios afirmou que o momento foi emocionante, pois representa um passo significativo no trabalho de conservação destas espécies. Além disso, é uma oportunidade de conscientização sobre a importância de proteger o meio ambiente e preservar a biodiversidade.

O técnico em gestão ambiental do Ideflor-Bio, Atilla Melo, conta que o monitoramento começou em junho e tem como objetivo garantir o desenvolvimento das espécies na região. "Durante o período reprodutivo, recebemos mais ou menos 20 mil tartarugas, que vêm de diversas localidades para colocar seus ovos aqui. Cada uma delas deposita em média de 50 a 120 ovos. A nossa expectativa é que nasçam por volta de 600 mil, levando em consideração o clima, a eficiência na fiscalização dos ninhos", detalhou.

Importância - O Revis Tabuleiro do Embaubal é uma das 28 Unidades de Conservação (UCs) do Ideflor-Bio e detém o título de maior área de desova dessas espécies de quelônios no mundo. Criada em 2016, a área com pouco mais de 4 mil hectares, abriga diversas espécies de animais e plantas, sendo um verdadeiro tesouro natural para o estado do Pará. 

Neste sentido, a parceria entre a Norte Energia e o Instituto mostra o compromisso das instituições em promover ações de conservação e educação ambiental, visando a sustentabilidade da região. O gerente dos meios físico e biótico da empresa, Roberto Silva, ressaltou que a soltura dos quelônios no rio Xingu é um exemplo de como é possível conciliar o desenvolvimento econômico com a preservação ambiental.

“Este é um importante reduto de biodiversidade, abrigando grande variedade de espécies animais e vegetais, além de ser o local de maior desova de quelônios. Graças a esse trabalho em parceria com o Ideflor-Bio, todos os anos ajudamos que cerca de 500 mil quelônios nasçam e habitem o Xingu e seus afluentes, bem como o rio Amazonas, mantendo assim o objetivo de conservação das espécies”, explicou o gestor.

Continuidade - O presidente em exercício do Ideflor-Bio, Thiago Valente, ressaltou que projetos como esse são fundamentais para garantir a sobrevivência de espécies ameaçadas e também ajuda a promover a conscientização da população sobre a importância da conservação dos recursos naturais.

“Com a continuidade do Projeto Tartarugas do Xingu, esperamos que mais filhotes ganhem a liberdade e possam contribuir para a manutenção da biodiversidade da região. Essa ação é um exemplo de boas práticas que podem ser replicadas em outras áreas do estado e até mesmo do país, fortalecendo a conservação da fauna e flora brasileiras”, enfatizou o dirigente.

Portal Obidense  Publicidade 790x90


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp