20/11/2018 às 11h58min - Atualizada em 20/11/2018 às 11h58min

Em manifestação, obidenses protestam sobre valores abusivos na taxa cobrada na conta de energia elétrica.

Na noite de segunda-feira (20) cidadão de Óbidos, fecharam a principal avenida da cidade e exigiram que funcionários da CELPA se retirassem da cidade

Por: Elton Pereira
Foto: Elton Pereira
ÓBIDOS – Na cidade de Óbidos no oeste do Pará, funcionários da CELPA são persona non grata. Em sinal de descontentamento obidenses, se manifestam contra os valores cobrados pela concessionária de energia elétrica em Óbidos, a comunidade obidense se uniu e interditou a principal via de acesso a cidade, avenida prefeito Nelson Souza, bem em frente do hotel a onde estavam hospedados os agentes da rede CELPA.

A manifestação que foi mostrada ao vivo pelo Portal Obidense, causou paralização no transito e revoltados a única exigência no momento era para que os funcionários da empresa se retirassem da cidade, e que a empresa parasse de cobrar valores abusivos, com tarifa alta e taxas super altas.

Em meio as reivindicações a fala de muitos era de absurda falta de respeito com o consumidor obidense que hoje paga um valor altíssimo na conta de luz cobrada mensalmente. Na tentativa de solucionar o problema de forma pacifica, alguns vereadores do município estiveram se reunindo com os agentes da concessionária que optaram por melhor deixar a cidade uma vez que os ânimos estavam ficando exaltados e até mesmo a policia militar foi chamada para evitar atos de vandalismo. (Veja vídeo abaixo)



Em outras cidades do oeste paraense, moradores também revoltados se reúnem colocando barreira na entrada da cidade para que nenhum veículo da concessionária entre, é o caso de Terra Santa, também em Porto Trombetas e outras cidade do interior paraense.

O estado do Pará fornece energia ao Amapá e ao Amazonas, o que revolta os consuimidores locais é o custo da energia mais alta do que nesses outros estado e uma tarifa absurda, além do ICMS que ai é o governo do estado que cobra 25%, mais PIS e COFINS a fatia que vai para o governo federal, tem também a mortal e condenatória iluminação pública em uma cidade que quase não se tem esse serviço cada morado paga um absurdo na média 31,00, sendo que somente de imposto e taxas super superávit de 120,00 reais a mais para pagar ou seja se uma conta de consumo custará 250 reais de consumo o total da sua conta a pagar ficara em 360 reais o que seria um absurdo para o trabalho que ganha apenas um salário mínimo que é a média de renda da maioria das famílias no estado do Pará ou seja 38% do que ganha durante 1 mês de trabalho vai para as CELPA e GOVERNO.
 
Por fim após a retirada dos agentes da CELPA do município a CELPA lançou uma nota de esclarecimento.

 
Nota // Celpa
 
Sobre a vistoria técnica nas unidades atendidas pela Celpa no Município de Óbidos.
A Celpa esclarece que equipes da concessionária estão realizando visitas técnicas, seguindo procedimentos dentro das Normas Técnicas da Agência Nacional de Energia Elétrica - ANEEL.

Durante a inspeção os técnicos da Distribuidora utilizam o TOI – Termo de Ocorrência e Inspeção, para preencher com as informações encontradas no imóvel no momento da inspeção.

O Termo de Ocorrência de Inspeção é um documento regulado pela Agência Nacional de Energia Elétrica utilizado por todas as distribuidoras do país como ferramenta de apuração de informações das instalações de um cliente. O preenchimento e a assinatura desse documento não significa aplicação de multas.

A Celpa reforça que não tem interesse em lesar os seus clientes e que trabalha continuamente para melhorar a qualidade da energia e do atendimento. Nos casos em que é constatada alguma alteração, é feita a regularização do padrão de consumo imediatamente no imóvel.

Comunicação//Celpa



Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.4%
22.4%
10.3%
1.5%
0%
0%
15.5%
1.8%
0.6%
34.2%
1.2%
3.9%
3.9%
2.1%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp