21/12/2016 às 11h30min - Atualizada em 21/12/2016 às 11h30min

Morre aos 73 anos em Manaus nosso Mestre Olavo, grande desportista deixará muita saudade em várias gerações.

O Corpo de nosso conterrâneo estará sendo velado na residência de seu filho Ornan (Bornal), ainda não tem a hora do sepultamento.

Por: Walmir Ferreira
Foto: Portal Obidense

MANAUS – Óbidos e Manaus, amanheceram mais triste, com a notícia e a confirmação do falecimento de nosso Mestre Olavo, o obidense de coração nos deixou na manhã desta quarta-feira as 6h:30mn, a muito tempo já vinha lutando contra a mais cruel de todas as doenças, câncer.

Mestre Olavo deixa triste várias gerações de descendentes, casado com a carismática Lucy (Dn. Lucy) teve com ela 18 filhos.

O Portal Obidense ainda teve a oportunidade de participar de uma homenagem feita pela família, quando o casal, Olava e Lucy completaram 50 anos de casado, um encontro que celebrou sua bod

as de Ouro.

Na época ao conversa com mestre Olavo, ele nos revelou que tinha muitas lembranças boas de Óbidos a cidade que o acolheu ainda muito jovem de braços abertos, sempre galanteador Mestre Olavo me disse: “Relances vividos na cidade de Óbidos, quando ainda jovens aproveitaram muitos momentos e contemplaram paisagens da cidade das ladeiras o berço de um eterno amor” (sobre seu namora com Lucy).

Também está em nossas lembranças o olhar de espanto e felicidade ao ser surpreendido pela sua filha primogênita, Lucinete quando presenteou o casal com sua primeira aliança de casamento. Lucilete fez questão de dizer: “Meu pai foi muito rígido na educação, mas que hoje ela só tem a agradecer pois foi dessa forma que hoje ela possui disciplina e sabe valorizar a vida e que sua mãe sempre foi dedica e muito paciente”.

Lembramos também e que ficou marcado a reunião de uma família quase infinita quando juntos, filhos, netos, bisnetos... cantaram uma canção chamada Utopia de Pe. Zezinho, para homenagear o casal.

Sobre o Mestre

O Mestre Olavo nos contou algo de conhecimento de poucos, que ele na verdade é Santareno do Rio Arapions, mas que foi adotado por Óbidos, onde aprendeu seus dotes profissionais.

E que o amor não requer tempo para que você conheça ou identifique qual a pessoa certa para viver maritalmente, e um namoro que durou apenas um mês, não teve dúvida Lucy era a pessoa certa e se casaram.

Da comunidade do Mondongo terra natal de Lucy, vieram então para Óbidos tendo como residência uma pequena casa próximo ao famoso jucazeiro. Sem uma profissão definida Olavo trabalhou fazendo corda de juta até aprender a arte de pedreiro a mestre de obra.

Mestre Olavo um bom goleiro, foi logo descoberto pelo Piriquitão, presidente do Vasco Paroquial em Óbidos, nunca foi campeão, mas conseguiu três vice-campeonatos.  Depois foi jogar no Santos, Eko time do Gravata e acreditem jogou também em um time chamado Obidense que durou apenas um ano e em seguida encontrou seu time de coração o Águia Negra da Cidade Nova, foi campeão pelo Vila Nova, mas foi no Mariano que mestre Olavo foi tri-campeão.

O Filho Dalvinho prestou-lhe uma homenagem:

Nascemos em uma família pobre, porém alegre, cheia de sonhos, digna e feliz. Nascemos em um lugarejo chamado Óbidos e um lugar, não muito distante chamado Cidade Nova.

Aprendemos a viver em uma família grande, onde tudo era e é partilhado até hoje. Nascemos em uma época onde era ensinando aos filhos que eles podem sobreviver, sem precisar matar, roubar. Crescemos sabendo que o ensinamento, o conselho, a conversa na mesa, a lambado do cinturão, a lambada do galho da goiabeira... Na hora não achávamos muito bom!!! Mas serviu... e como serviu, para crescer e corrigir, aprendemos nesse caminhar tem o dedo de Deus e o auxilio de seu Olavo e da dona Lucy, não temos palavra dos sábios, mas nós, nos lembramos dos ensinamentos, dos conselhos dos abraços, das lágrimas, dos momentos difíceis e principalmente das alegrias.

Como não reconhecer a preocupação de um pai e de uma mãe em educar e cuidar, não só dos filhos, mas daquelas pessoas que pediam um agasalho, um prato de comida e até mesmo um trabalho para ter dignidade, como não se lembrar da esperança e da providência divina daquela mãe que sempre transmitia...”Sempre Deus da Um jeito”.

Vocês nos ensinaram isso, o tempo não volta, aprendemos o que é fazer parte da família do seu Olavo e da dona Lucy, fisicamente todos os seus filhos não estão presentes, mas que cada um faz parte desse, mapa, desse baú que contém o testamento onde esta nosso maior tesouro... O nosso maior tesouro não esta no gadinho que não podemos mexer, o nosso maior tesouro, não esta enterrado em uma ilha deserta, o nosso maior tesouro não esta depositado em um banco, o maior tesouro que temos esta aqui... O nosso tesouro é o senhor Papai e a senhora Mamãe um presente de Deus Chamado Olavo e Lucia...De seus filhos, amigos e Netos...50 anos de casados.

Um dos tesouros parte para morar com Deus, e com suas mãos construir moradias para quem tiver o dom e coração bom de quando chegar a sua hora de viajar morar ao lado dele.

Vai com Deus, Mestre Olavo, Papai do Céu precisou de um mestre de Obras e um desportista de sua qualificação para morar no céu.

*1943 - + 2016

Abaixo nos comentários você pode deixar sua homenagem ao Mestre Olavo


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.3%
22.5%
10.2%
1.8%
0%
0%
15.2%
1.8%
0.6%
33.3%
1.8%
3.8%
4.7%
2.0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp