26/06/2016 às 09h03min - Atualizada em 26/06/2016 às 09h03min

Caprichoso presta tributo à floresta em segunda noite do Festival

Ritual do Boi Caprichoso foi um dos destaques da apresentação na segunda noite do Festival

Por Roger Matos
Foto: Fábio Sevalho

PARINTINS - O Boi Caprichoso encerrou a segunda noite do 51º Festival Folclórico de Parintins, com o espetáculo `Viva Nossa Floresta`.

O início da apresentação, surpreendeu os espectadores. Pajé, tribos e tuxauas transformaram a arena do Bumbódromo numa grande aldeia dos primeiros habitantes da floresta. A cunhã poranga Maria Azêdo surgiu para reverência das tribos.

A exaltação folclórica reproduziu cenários e ícones da fé e da cultura local, trazendo a sinhazinha da fazenda Adriane Viana e a Porta-Estandarte Thaisa Brasil. A figura típica do pescador homenageou parintinenses e reconhecidos pela vida dedicada à atividade.

Apostando no gigantismo dos seres fantásticos, a lenda amazônica Paitunaré mostrou impacto e encanto, revelando Brena Dianná, Rainha do Folclore do Caprichoso.

O ritual Monhangaripi impressionou pela grandiosidade. A reprodução da cerimônia fúnebre tapajônica teve seres fantasmagóricos erguidos de urnas cerâmicas, evocados pelo pajé Waldir Santana.

A galera teve destaque diferencial na apresentação, mostrando versatilidade nos mais variados momentos encenados na arena do Bumbódromo, especialmente pela sintonia com a Marujada de Guerra.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.3%
22.5%
10.2%
1.8%
0%
0%
15.2%
1.8%
0.6%
33.3%
1.8%
3.8%
4.7%
2.0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp