31/07/2019 às 18h40min - Atualizada em 31/07/2019 às 18h40min

No bairro de Fátima em Óbidos, moradores molham rua “na esperança de nascer asfalto”.

Quando chove é lama e quando seca é poeira, cansados dessa situação, moradores da travessa Felipe Bentes em Óbidos, molham a rua na tentativa de amenizar a poeira

Por: Elton Pereire
Foto: Elton Pereira
ÓBIDOS - Poeira e mais poeira, isso se repete todos os dias em todo momento ao passar um veículo pelas ruas, o jeito então é “espichar” as mangueiras para a margem da via pública, ligar a torneira e molhar a rua na tentativa de amenizar momentaneamente a situação de poeira, a atitude dos moradores é denominada de “molhar a rua para nascer asfalto”, isso por que a mesma já deveria ter recebido a massa asfáltica da verba repassada pelo ministério da integração que até o momento pouco mais de 5% da obra foi realizada.

Enquanto o asfalto não chega e o sofrimento não acaba o jeito é bombear água para a rua, pelo menos até secar, esperar as sementes de asfalto germinarem e botar fim no problema, e esperar a conta da Cosanpa no final do mês.

*Contato - O Portal Obidense, equipe de Óbidos tem um novo número de Whatzapp, para entrar em contato pode enviar mensagem a qualquer hora para o número (93)9 9215-7138*

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Findando o período letivo qual a matéria mais difícil de passar?

6.4%
10.0%
45.0%
10.7%
15.7%
4.3%
7.9%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp