13/04/2019 às 21h57min - Atualizada em 13/04/2019 às 21h57min

Ponte Rio Moju e a travessia de balsas Belém-Barcarena

Por Natália Mello
Foto> Agência Pará
PARÁ - Novas medidas foram tomadas pela gestão estadual, nesta sexta-feira (12), para solucionar os problemas enfrentados pelo Estado após a queda da ponte Rio Moju, no último dia 6 de abril. Uma semana após o acidente, em que uma balsa colidiu com um dos pilares da estrutura, diversas ações já foram executadas pelo governo. Confira abaixo a atualização das principais iniciativas do Executivo estadual. As informações foram consolidadas às 18h.
 
Semas – Foi publicada em edição extra do Diário Oficial do Estado a Resolução do Conselho Estadual de Meio Ambiente (Coema), aprovada na noite da quinta (11). A publicação, nº 146, de 11 de abril de 2019, dispõe sobre o licenciamento emergencial em ações de restabelecimento de serviços essenciais em casos de calamidade pública e situação de emergência.

Polícia Civil – O delegado Aurélio Paiva, da Divisão de Investigações e Operações Especiais (Dioe), ouviu, nesta sexta-feira (12), os depoimentos do piloto da balsa envolvida no acidente, Elielson Lopes Barbosa, e do empresário Cássio Cunha, dono da empresa responsável pelo material transportado na embarcação.

Outros quatro depoimentos que estavam previstos para serem colhidos nesta sexta foram transferidos para segunda-feira, dia 15, entre eles, os dos três tripulantes da balsa, e do empresário responsável pela empresa encarregada pela manutenção da ponte. O empresário Marco Antonio Tiecher, dono da empresa Agregue, responsável pela balsa, também teve a prisão preventiva decretada pela Justiça e permanece foragido.

Arcon – A Agência de Regulação e Controle de Serviços Públicos informa que, a partir de segunda-feira (15), a população passa a contar com a travessia de balsas Belém-Barcarena no porto da Trambioca, em Icoaraci.

Neste sábado (13), as empresas que irão operar no local irão definir os horários das viagens. A população que precisa se deslocar para o município de Cametá contará com o serviço de travessia por ferryboat também na próxima segunda.

Polícia Militar – A corporação informa que o esquema de segurança montado desde a última segunda-feira será mantido nos portos, em Belém e Barcarena. O efetivo total mobilizado na operação é de 50 policiais militares.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.3%
22.3%
10.1%
1.7%
0%
0%
15.3%
1.7%
0.6%
33.8%
1.7%
3.8%
4.6%
2.0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp