29/01/2018 às 15h33min - Atualizada em 29/01/2018 às 15h33min

Mulher que cumpria prisão domiciliar, foi morta dentro de sua casa, a motivação do crime pode ter sido queima de arquivo ou acerto de contas.

Por: Márcio Garcia
Foto: Polícia Civil

ORIXIMINÁ – A polícia de Oriximiná, recebeu uma ligação na noite do dia 28 domingo por volta das 23h:30mn, com informação de um crime, ao chegar no endereço, a vítima foi identificada como sendo Alcineia Farias Ribeiro (Néia), ela tinha sido pega com drogas pelo moto patrulhamento a um mês atrás e foi presa, matéria publicada por este canal, com acusação de comercialização, associação e envolvimento com o tráfico. Porém a mesma conseguiu benefício de cumprir a pena em casa.

Saiba mais – Casal é apreendido com drogas

Segundo informações da polícia Civil, um homem entrou encapuzado na residência da vítima, passou pelo meio de familiares que estavam na sala assistindo televisão, foi até o quarto onde Neia estava deitada e a executou com 3 tiros nas costa na a altura do ombro e pescoço.

Márcio Garcia falou com o escrivão Alessandrer Rodrigues: “O homicídio aconteceu ontem por volta das 23:30, fomos informados e nos deslocamos para lá com o investigador Luiz Augusto, ao chegar na residência encontramos a vítima em Óbito, com marca de 3 tiros nas costas, o corpo estava encima da cama, informações dadas pelos familiares que um cidadão encapuzado, entrou na residência, foi no quarto e efetuou os disparos, Já temos uma linha investigativa e vamos tentar com agilidade para ver se conseguimos concluir esse inquérito”.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.3%
22.3%
10.1%
1.7%
0%
0%
15.3%
1.7%
0.6%
33.8%
1.7%
3.8%
4.6%
2.0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp