13/03/2017 às 17h59min - Atualizada em 13/03/2017 às 17h59min

Óbidos em alerta contra o vírus da Febre Amarela, faz ação educativa e de vacinação.

Por: Rafaela Aquino
Foto: Portal Obidense

ÓBIDOS - Com o vírus da Febre Amarela cercando os municípios paraenses, todo cuidado é pouco na prevenção e combate ao vírus e ao mosquito transmissor.

Segundo informações, no estado do Pará já foram detectados quatro casos de Febre Amarela em animais, nos municípios de Itaituba, RurópolisAlenquer e Belém.

A febre amarela é uma doença infecciosa causada por um vírus que é transmitido por mosquitos (Carapanã).

A infecção possui dois ciclos que são:

Febre Amarela Silvestre: Em que o mosquitos destas regiões se infectam picando primatas com a doença e podem transmitir a humanos que entrem na mata ou visite estes habitat.

Febre Amarela Urbana: Em que um humano infectado anteriormente pela Febre Amarela silvestre, transmita para mosquitos urbanos, como o Aedes aegypti, que a espalham. E é justamente o ciclo silvestre que está fazendo com que o governo do Pará e todo o Brasil espalhasse o alerta e promover ação de combate.

Mas a Secretaria de Saúde de Óbidos está trabalhando no sentido de orientação e que a própria população seja mais um aliado ao combate ao vírus, para que a cidade fique livre dessa ameaça.

Em entrevista ao Portal Obidense, Moises Portela Diretor de vigilância e saúde da secretaria de saúde de Óbidos falou como a equipe está trabalhando para combater a doença no município.

“Já foi encontrado alguns primatas mortos com suspeitas de tarem sido infectados, mais ainda não conseguimos fazer a coleta e mandar para Belém, mais estamos trabalhando nessas áreas onde os primatas estão sendo encontrados, estamos orientando, trabalhando na educação e saúde das comunidades para deixar a população nessas áreas mais tranquilas já que é uma doença bastante temida.

A prioridade aqui na cidade é combater o único transmissor do vírus no ambiente urbano que é o mosquito Aedes aegypti, e também a vacinação que está disponível nas unidades de saúde de Óbidos. Ainda não temos nem um caso de febre amarela em humanos”.

Vacinação
As vacinas não são recomendadas para grávidas, crianças com menos de seis meses, alérgicos a ovos e pessoas que vivem em áreas sem registro do vírus.

Uma dose é válida por dez anos e bastam duas doses ao longo da vida para que não se tenha qualquer risco de contaminação com a doença. Os efeitos da febre amarela sobre o corpo incluem febre, calafrios, dor de cabeça, dores nas costas, dores no corpo em geral, náuseas e vômitos, fadiga e fraqueza

Em casos graves, a pessoa pode desenvolver febre alta, icterícia (coloração amarelada da pele e do branco dos olhos), hemorragia e, eventualmente, choque e insuficiência de múltiplas.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.3%
22.5%
10.2%
1.8%
0%
0%
15.2%
1.8%
0.6%
33.3%
1.8%
3.8%
4.7%
2.0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp