24/01/2017 às 06h35min - Atualizada em 24/01/2017 às 06h35min

Após forte chuva, Defesa Civil de Óbidos faz operação para atender moradores de áreas de risco

Só nesta segunda-feira (23), o órgão identificou 7 áreas com problemas ocasionados pela enxurrada da chuva.

Por: Érique Figueirêdo
Ascom/PMO
Fotos: Odirlei Santos - Ascom/PMO

ÓBIDOS - A Coordenadoria Municipal de Defesa Civil atendeu, desde as primeiras horas de segunda-feira (23), 7 ocorrências relacionadas com as fortes chuvas que têm caído deste o final de semana, em Óbidos, na região Oeste do Pará.

O órgão que atua no socorro e na assistência à população, informou que a situação já era preocupante no sábado (21), após a chuva torrencial que caiu no período da tarde, e se agravou ainda mais na madrugada de hoje. Os agentes responsáveis pelo monitoramento das áreas de risco, alertam para o possível agravamento em outros locais que são considerados de risco, e que ainda não apresentaram problemas.

Durante todo o dia foi necessário realizar vários trabalhos emergências. O maquinário da Secretaria Municipal de Urbanismo, Saneamento e Infraestrutura (Seurbe), garantiu a trafegabilidade em alguns trechos críticos, além de abrir valas para facilitar o escoamento da água da chuva. As ocorrências de maior incidência foram registradas no bairro de Fátima, na Rua Antônio Fernandes; no bairro Cidade Nova, na Rua Osvaldo Matos; e no bairro São Francisco na Rua Saladino Brito.

O caso mais grave foi de uma residência no bairro São Francisco. A família precisou ser retirada do local após a enxurrada abrir uma cratera no quintal e comprometer o chão da cozinha. “No sábado nós já tinha ficado assustado com

enxurrada, quando foi essa madrugada a gente se desesperou. Era árvore caindo no terreiro e parecia que a água ia levar a casa. Foi uma barulheira muito grande que até o muro do outro lado caiu”, relatou a dona de casa Deusiane Nascimento.

Com a ajuda dos profissionais da Secretaria de Desenvolvimento Social, os móveis da família foram levados para um local seguro e a casa interditada pela Defesa Civil. “A casa será interditada e a família será levada para um espaço que pertence a uma igreja evangélica, até conseguirmos um outro local. Profissionais da secretaria de Desenvolvimento Social vão prestar todo apoio as vítimas. Todas as secretarias estão trabalhando integradas, para auxiliar as vítimas dessas ocorrências”, garantiu Ary Franco, coordenador da Defesa Civil.

Ao longo da semana a Seurbe realizará trabalhos emergências para garantir a trafegabilidade nos locais mais críticos. Com o aumento da chuva a infraestrutura das vicinais tem piorado e as máquinas também devem ser enviadas para esses locais. “No final de semana nós já fizemos uma grande operação emergencial no ramal do São Pedro. Um riacho transbordou e cortou a estrada. Hoje estamos concentrando nossos esforços aqui na cidade. Vamos continuar analisando os alertas pra atender as necessidades de maior urgência”, disse Marcos Maciel, secretário de infraestrutura.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.3%
22.3%
10.1%
1.7%
0%
0%
15.3%
1.7%
0.6%
33.8%
1.7%
3.8%
4.6%
2.0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp