27/02/2023 às 09h30min - Atualizada em 27/02/2023 às 09h30min

Cosanpa faz vistoria técnica às unidades de abastecimento de água em Oriximiná | Portal Obidense

A ação foi necessária diante das fortes chuvas que atingem o município, onde o governo do Estado está construindo um novo sistema para atender às demandas da população

Da Redação
Agência Pará
Agência Pará

ORIXIMINÁ, - O governo do Estado, por meio da Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa), realizou neste sábado (25) visita técnica às unidades operacionais da Companhia no município de Oriximiná, na região Oeste, para verificar o fornecimento de água na sede municipal e o andamento das obras do novo sistema de abastecimento de água da cidade. A inspeção foi ocasionada pelo intenso período chuvoso que atinge o município nos últimos dias.
 

De acordo com o presidente da Cosanpa, José Fernando de Mendonça Gomes Júnior, “sabendo que o governo do Estado decretou situação de emergência no município, onde mais de 80 mil habitantes sofrem por conta das fortes chuvas, e atendendo a uma determinação do governador Helder Barbalho, montamos uma comitiva técnica para acompanhar como está o serviço prestado pela Cosanpa aos moradores. Nossa preocupação maior, no momento, é constatar como os sistemas operacionais de abastecimento de água da cidade estão trabalhando para atender a população”.
 

Reforço - A diretora de Operações da Companhia, Cleide Ferreira, foi necessário montar planos de ações estratégicas para reforçar a segurança nos sistemas de abastecimento da cidade. “Nossa missão é verificar se todos os núcleos que fornecem água para a população foram afetados pelas chuvas, e adotar as medidas estratégicas necessárias para evitar que o serviço da Cosanpa seja comprometido. Já detectamos pontos que terão reforço da equipe de colaboradores da Companhia para amenizar os problemas, que já interferiram tanto em nossas obras como nas estruturas das unidades”, informou Cleide Ferreira.


Após a vistoria, algumas medidas serão colocadas em prática, em caráter emergencial, para evitar mais transtornos à população e proteger o sistema de abastecimento da Cosanpa. 
 

“Dentre as medidas que serão colocadas em prática, destaco a retirada do material existente do segmento da tubulação de drenagem, aproveitando somente para contenção e modificando o curso das águas pluviais. Na estrutura do prédio do novo sistema de abastecimento, vamos reconstruir o muro que a água da chuva levou e reforçar a segurança no local”, adiantou Hélio Brazão, diretor de Expansão e Tecnologia da Cosanpa.
 

O governo do Estado decretou situação de emergência em Oriximiná por conta das fortes chuvas, que vêm causando transtornos à população. O documento oficial foi publicado em edição extra do Diário Oficial do Estado (DOE), na última terça-feira (21).
 

De acordo com dados do Sistema Hidro – Telemetria (Rede de Hidrometeorologia Nacional), Mapa de Estações da Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais e Agência Nacional de Águas (CPRM-ANA), desde o dia 1º de janeiro deste ano o rigoroso inverno amazônico vem afetando áreas centrais de Oriximiná.
 

Investimentos - As obras do novo sistema de abastecimento de água de Oriximiná prosseguem, e até o momento já contam com 27,13% dos serviços já executados. A Cosanpa avança, cada vez mais, para entregar à população um sistema que garanta água tratada e qualidade de vida.
 

“Neste mês de fevereiro, os trabalhos seguem com a etapa de estrutura da captação de água, construção do reservatório do 500 metros cúbicos (m³). A futura Estação de Tratamento de Água vai passar por testes. Seguimos com foco também com os serviços na fundação do Reservatório Elevado, Casa de Química, Sala do Operador e no Reservatório Apoiado e na Estação de Água Tratada”, disse a engenheira responsável pelo novo sistema de abastecimento de água, Marília Contente.


Hélio Brazão acrescentou que o objetivo final é garantir uma obra que atenda às reais necessidades dos usuários da cidade. “No sistema de abastecimento de água de Oriximiná vamos ter a construção de uma captação do Rio Trombetas, implantação de uma Estação de Tratamento de Água com bombas com capacidade de 90 litros por segundo, construção de um reservatório apoiado capacidade total de 1000 m³, além da revitalização de outro Reservatório Apoiado”, informou.
 

O projeto contempla a construção da estrutura da captação no Rio Trombetas com três conjuntos motobombas, implantação de adutora de água bruta em PEAD, estação de tratamento de água com capacidade para tratar 648 m³ por hora; construção de dois reservatórios apoiados com capacidade total de 1000 m³, casa de bombas e dois reservatórios elevados. 
 

Também haverá reconstrução do reservatório apoiado e da casa de bombas, com instalação de novas bombas; melhorias no prédio da administração; instalação de 44 quilômetros de rede de distribuição, de 4.512 ligações domiciliares com hidrômetro e do sistema de automação; construção de uma subestação de 500 KVA, e implantação de macromedição e sistema de automação.!

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp