09/02/2023 às 11h11min - Atualizada em 09/02/2023 às 11h11min

Embarcação com pescado protegido pelo defeso é apreendida pela policia e Secretaria de Meio Ambiente de Óbidos

Aproximadamente 20 toneladas de três espécies de pescado foram apreendidos

Por: Elton Pereira e Érique Figueirêdo
ASCOM-PMO
Pescado apreendido em Óbidos | Fotos: Odirlei Santos/ ASCOM-PMO

ÓBIDOS - Em uma ação rotineira de fiscalização nos rios e lagos da região de Óbidos feito pela polícia, no oeste do Pará, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), com o apoio de militares do Grupamento Fluvial da 29ª Companhia Independente de Policia Militar (29ªCIPM), apreenderam uma embarcação com aproximadamente 20 toneladas de pescado das espécies Tucunaré, Pescada e Mapará, que estão protegidas pelo defeso.
 
A embarcação “Salmo 16” foi localizada na madrugada da quarta-feira (8), próximo a região do Parú.
 
Segundo o comandante da 29ª CIPM, Major Davyd Samarone do Nascimento, que prestou apoio à operação da Semma, os pescadores tentaram enganar a fiscalização aplicando uma camada superior onde estava acondicionado o pescado das espécies Pescada e Tucunaré, que não estão protegidas pelo defeso.
 
Na abordagem, ao retirarem a primeira camada do carregamento foi constatado que havia uma grande quantidade de pescado da espécie Mapará, que está protegida pelo defeso.



 
“Em uma operação conjunta, nós conseguimos abordar essa embarcação por volta das 3h da manhã desta quarta-feira, onde após uma breve investigação flagramos o crime ambiental. A embarcação e todo o pescado foram apreendidos”, destacou o comandante.

 

Aproximadamente 11 toneladas de Mapará foram apreendidas, todo o pescado foi doado, para os Serviços de Fortalecimento de Vínculos ligados à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Semdes), e também para a comunidade em geral.
 
Segundo o secretário de Meio Ambiente, Diego Santos, o órgão ambiental está trabalhando com foco nas campanhas de orientação e educação ambiental desde o início do defeso, mas as denúncias e flagrantes de crimes ambientais estão sendo investigados e, diante da constatação, todo o rigor necessário é aplicado para que não haja reincidência.


 
“As pessoas precisam entender que o nosso trabalho também é lutar para que as leis e portarias de preservação ambiental sejam respeitadas e flagrados os crimes, nós vamos cumprir os procedimentos necessários e aplicar as medidas sobre aqueles que cometerem os crimes ambientais”, ressaltou o secretário.
 
A Polícia Militar encaminhou oito tripulantes para prestarem depoimento na delegacia de Polícia Civil, a origem da embarcação não foi informada. Além do processo criminal, os responsáveis deverão responder a um processo administrativo que está sendo instaurado pela Semma, a multa pelo crime ambiental deve ser lavrada assim que a pesagem do pescado for finalizada.
 
Carne de jacaré apreendida
 
No dia 28 de janeiro a fiscalização dos agentes da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, na área de várzea do município de Óbidos, resultou na apreensão de aproximadamente 200kg de carne de jacaré, na comunidade Poção, região do Lago Grande.
 
Os agentes faziam fiscalização para coibir a pesca predatória no período do defeso de algumas espécies, quando localizaram três homens preparando a carne para consumo.
 
Os homens foram identificados, atuados e responderão a processo administrativo do órgão de fiscalização ambiental.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp