13/10/2022 às 08h47min - Atualizada em 13/10/2022 às 08h47min

Polícia Federal destrói 81 balsas em ação contra o Garimpo no Rio Madeira | Portal Obidense

Após a explosão das tragas, garimpeiros fecharam um trecho da BR-319, em Porto Velho, em protesto contra a operação

Da Redação
Jovem Pan
Jovem Pan
RONDÕNIA - Ao menos 81 balsas forma inutilizadas durante ação da Polícia Federal (PF) realizada em parceria com o Ibama nesta quarta-feira, 12. O objetivo dos agentes é desmantelar uma rede de exploração irregular de ouro. Os equipamentos destruídos eram utilizados para a extração de minérios, prática proibida no Rio Madeira, em Rondônia, considerado uma área de proteção ambiental. Os peritos identificaram as tragas intaladas na região através da análise de imagens de satélite. De acordo com a PF, a atividade dos garimpeiros tem provocado danos ambientais, como a modificação do curso original do rio de contaminação das águas e dos peixes por mercúrio, substância nociva à saúde. A PF informou que foram tomadas todas as medidas administrativas e legais necessárias para a desestruturação da prática de garimpo ilegal. Após a explosão das tragas, garimpeiros fecharam um trecho da BR-319, em Porto Velho, em protesto contra a operação. Eles afirmam que algumas balsas também eram usadas como moradia. Cerca de três horas depois que a manifestação começou, motoristas forçaram a passagem e a via foi liberada.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp