17/07/2016 às 22h08min - Atualizada em 17/07/2016 às 22h08min

Em jogo aberto, América-RN e Remo empatam em 1 a 1 na Arena das Dunas

Mecão tem começo arrasador, mas sofre empate em falha de Camilo e perde chance de entrar no G-4.

GE
Foto: Fabiano de Oliveira

O América-RN começou com tudo, marcou o primeiro gol com poucos minutos e parecia que iria ter uma tarde tranquila na Arena das Dunas. Porém, o clube potiguar não conseguiu manter o ímpeto inicial, viu o Remo crescer e equilibrar a partida, que terminou empatada em 1 a 1. Em noite inspirada, Fernando Henrique e Camilo (que se redimiu após a falha no gol azulino) foram os destaques da partida, justificando o resultado. Os gols foram marcados por Luiz Eduardo para o Mecão, aos 6, e Edno empatou ainda no primeiro tempo, aos 33.

Com o resultado o Remo se mantém momentaneamente na 4ª colocação do Grupo A, com 13 pontos, mas pode ser ultrapassado no complemento da rodada por ASA e Salgueiro. Já o América-RN perde a chance de entrar na zona de classificação e fica estacionado na 7ª posição, com 12 pontos. Na próxima rodada o clube paraense volta para casa para enfrentar o Cuiabá, no Mangueirão, dia 25, uma segunda-feira. Antes disso, no próximo sábado, o Alvirrubro faz o clássico contra o ABC, no Frasqueirão.

Mecão começa arrasador

Jogando em casa, o América-RN iniciou a partida mostrando quem manda na Arena das Dunas. Com apenas um minuto de bola rolando Thiago Potiguar acertou um chutaço de fora da área, mas Fernando Henrique conseguiu fazer a defesa. O Mecão continuou pressionando até que Thiago Potiguar encontrou, aos 6, Luiz Eduardo bem posicionado na entrada da área do Remo, que bateu forte no canto direito e abriu o placar: 1 a 0 para o Alvirrubro.

O Leão Azul paraense tentou equilibrar a partida em seguida, mas a equipe mandante, por conta da velocidade da sua dupla de armadores, era muito perigosa. Por isso, mesmo depois da pressão inicial, o América-RN ainda dominava a partida, girava a bola no campo de ataque e colocava os remistas na roda.

A primeira boa jogada de ataque do Remo só aconteceu aos 30, mas Ciro exagerou no chute e mandou para fora. O Mecão arrefeceu e o Leão foi ganhando espaço e confiança. Tanto que apenas três minutos depois, aos 33, Ciro chegou bem na frente e rolou para Edno, que acertou um petardo de fora da área e o goleiro Camilo aceitou: 1 a 1. A reta final do primeiro tempo foi cheia de emoção, com o América-RN levando mais perigo ao adversário do que sendo agredido.

Remo equilibra e quase vira

Ainda no intervalo, Diá e Lemos decidiram mexer em suas equipes. No caso do Mecão, a troca foi forçada por conta de um desconforto muscular em Raul, substituído por Júnior Mandacarú. Já no Remo, o técnico decidiu repetir a alteração que havia feito contra o Fortaleza, na rodada passada: tirou Héricles, que já tinha cartão amarelo, para colocar Marcinho. Novamente o Leão melhorou e ganhou mais presença ofensiva.

Passados os primeiros dez minutos o jogo ficou mais aberto. Mandantes e visitantes apostaram em jogadas pelas beiradas do campo e proporcionaram muitos lances de perigo. Edno quase virou para o Remo aos 15, e Fernando Henrique fez milagre aos 17, evitando o segundo gol do Mecão.

Daí para frente foi o famoso “lá e cá”, com Remo e América-RN alternando momentos de maior e menor chegada ao ataque. Com atuações destacadas, Fernando Henrique e Camilo (apesar da falha no gol do Remo) acabaram sendo os destaques da partida, principais responsáveis pelo empate em 1 a 1


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.4%
22.4%
10.3%
1.5%
0%
0%
15.5%
1.8%
0.6%
34.2%
1.2%
3.9%
3.9%
2.1%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp