31/05/2022 às 09h01min - Atualizada em 31/05/2022 às 09h01min

Alunos enxergam possibilidade de acesso ao ensino superior com o Polo Metropolitano Pré-Enem | Portal Obidense

Espaço de aprendizagem da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) garante aos estudantes de baixa renda a competitividade, o conhecimento e a preparação às provas do Enem com 100% das vagas.

Redação
Agência Pará
Agência Pará
PARÁ - O Polo Metropolitano Pré-Enem - Prof. Luís Júnior Cunha, reiniciou suas atividades nesta segunda-feira (30), em Belém. Criado pelo Governo do Pará por meio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), o espaço de aprendizagem busca garantir a competitividade e o conhecimento necessário aos candidatos que não possuem condições de pagar um cursinho preparatório para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Devido ao sucesso de aprovações nas principais universidades públicas do país, no ano passado, mais de 8,7 mil alunos concorreram às cerca de 2,6 mil vagas disponibilizadas em 2022. A secretária de Estado de Educação, Elieth de Fátima Braga, ressalta que a Seduc está observando a grande demanda existente e já estuda novas estratégias pedagógicas para que todos os inscritos tenham acesso às quatro áreas do conhecimento exigidas no exame. 

EXPECTATIVA

Frequentando o cursinho pelo segundo ano consecutivo, Victoria Moura, de 18 anos, pretende cursar Publicidade e Propaganda e estava muito empolgada para voltar a estudar. “Estou muito feliz por conseguir estar aqui novamente e quem sabe entrar na sonhada universidade pública. Ano passado confesso que não estava tão focada, mas desta vez sinto que vou conseguir, principalmente com a ajuda desses profissionais experientes e maravilhosos”, frisou. 

O aluno João Paulo Almeida, de 20 anos, afirma que o primeiro dia de aula foi divertido. “Estou conhecendo meus novos colegas de turma, revendo algumas pessoas com quem estudei ano passado, além dos professores maravilhosos que vão nos ensinar ao longo de 2022. Sem dúvidas aqui temos um programa de ensino muito bom, com vários conteúdos e educadores ótimos”.

João Paulo disse, ainda, que vem de família humilde e não teria condições de pagar um cursinho particular. “Eu frequentei o Polo Metropolitano ano passado e foi muito importante para o meu desenvolvimento, já que tive um desempenho incrível na prova, mas infelizmente não consegui devido à grande concorrência. Acredito que desta vez, com ainda mais empenho e dedicação, vou conquistar a minha vaga em Nutrição”, complementa o candidato.

“Há dois anos venho tentando entrar no ensino superior e, este ano, estou com grandes expectativas de conseguir uma vaga em Arquitetura e Urbanismo na UFPA, com o apoio do Polo Metropolitano Pré-Enem. Ser uma das selecionadas para estar aqui foi uma sensação de alívio, porque não teria condições de pagar um cursinho particular e agora poderei conquistar meu objetivo”, afirma a estudante Vitória Ribeiro, de 19 anos.

ORIENTAÇÕES

As provas do Enem 2022 nas versões impressa e digital serão realizadas nos dias 13 e 20 de novembro, de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Logo no primeiro dia de funcionamento, o cursinho preparatório já estava com a lotação máxima de alunos e o clima repleto de alegria, ansiedade e muita confiança dos próximos desafios que virão. As aulas presenciais serão divididas por grupos e ministradas durante três vezes na semana, conforme escolhido no ato de inscrição:

Módulo I

Dias: Segunda, Quarta e Sexta
Turno da tarde: 13h50 às 18h00
Turno da noite: 18h50 às 22h00

Módulo II

Dias: Terça, Quinta e Sábado
Turno da tarde: 13h50 às 18h00
Turno da noite: 18h50 às 22h00

A Seduc orienta que os classificados levem seu material didático básico, como caneta, caderno e marca-texto. Durante as atividades pedagógicas, os estudantes receberão apostilas com conteúdos para desenvolver e aumentar o rendimento nas provas do Enem.

O coordenador das Ações Enem da Seduc, Diego Maia, destaca que o espaço de aprendizagem está possibilitando ensino gratuito e de qualidade para mais de 2.600 alunos de baixa renda. “A gente está muito feliz porque todas as salas estão lotadas. Vale lembrar que este é apenas o módulo 1, amanhã será o início das aulas para o módulo 2, que é outro grupo de alunos. Portanto, nossas aulas já começaram, os conteúdos pedagógicos estão sendo ministrados pelos professores, tudo isso para fazer com que muitos alunos possam ingressar nas universidades públicas de todo o país”, enfatizou.

O dirigente disse, ainda, que “além das aulas presenciais, os alunos terão acesso à plataforma Enem Pará Digital, desenvolvida em parceria com a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet), que dispõe de mais de 1,2 mil videoaulas, apostilas, materiais didáticos e slides, que podem ser acessados a qualquer hora por meio de um dispositivo com acesso à internet. Dessa forma, são diversas oportunidades que o Governo do Estado assegura para que os candidatos estejam aptos para o Enem”, concluiu Diego Maia. 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp