23/05/2022 às 08h56min - Atualizada em 23/05/2022 às 08h56min

IPCC urgente: aquecimento global acelerado | Portal Obidense

A Terra se aquece muito mais rapidamente do que o previsto

Redação
Radio Cãmara
Radio Cãmara

Brasil - Salão Verde destaca a urgência de adaptação e até de resiliência à caótica reorganização da atmosfera provocada pelas ações humanas no planeta. A Terra se aquece muito mais rapidamente do que o previsto, com aumento da temperatura média em 1,5°C (meta do Acordo de Paris) já a partir de 2026 e registros frequentes de picos de 2°C a 4°C na média dos termômetros. Hoje, mais de 3,4 bilhões de pessoas já vivem sob efeito das mudanças climáticas e o atraso nas ações globais pode levar à perda da oportunidade de se manter o planeta habitável.

O recado e os dados foram escancarados por dois cientistas brasileiros que participaram dos estudos presentes em relatórios do Painel Intergovernamental da ONU sobre Mudanças Climáticas (IPCC). Eles participaram de debate promovido pela Frente Parlamentar Ambientalista e o Centro de Formação, Treinamento e Aperfeiçoamento da Câmara dos Deputados (CEFOR). O mundo já emite 40 bilhões de toneladas de CO2 por ano.

As projeções de aumento da temperatura média no Brasil colocam no radar dos gestores públicos desafios ligados, inclusive, à realocação de milhões de pessoas que vivem hoje na zona costeira, no semiárido, no agreste e em cidades já conhecidas pelo excesso de calor.

Pontos de vista nesta edição: Paulo Artaxo, doutor em física atmosférica, professor do Departamento de Física da Universidade de São Paulo (USP) e integrante da equipe de cientistas do IPCC que recebeu o Prêmio Nobel da Paz de 2007 pelas pesquisas sobre aquecimento global; e Jean Ometto, pesquisador sênior do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e autor de estudos presentes no mais recente relatório do IPCC.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp