12/05/2021 às 14h27min - Atualizada em 12/05/2021 às 14h27min

Edu dias comemora 30 anos de lançamento do LP Estrela Negra | Portal Obidense

O artista obidense vai participar de uma live, nesta quinta-feira (13), faz parte do projeto quintas musicais da Secretaria de Cultura de Santarém

Por: Walmir Ferreira
Informações e texto Edu Dias
Foto: Sec. de Cultura de Santarém

ÓBIDOS – No dia 13 de maio de 1991, o artista obidense Eduardo Dias, lança o Long-Play em 33⅓ rotação por minutos (RPM), o tão conhecido hoje peça de colecionadores disco de vinil.   

Neste ano o LP está completando 30 anos do lançamento, quando foi apresentado por Nilson Chaves, que disse o seguinte: “O que mais gratifica é sentir nossos artistas tomando o rumo do cheiro da terra, contando nossas histórias, falando de nossas lendas, de nossos rios, sentindo o prazer da nossa identidade amazônica. O trabalho do Eduardo é tudo isso, é emoção, é caboclo, é da gente. O que importa é acreditar é deixarem as pessoas captarem o sentido desse canto, se banharem com o aroma desse cheiro e viajarem nessa música como se estivessem num barco no destino da correnteza”.

O cantor instrumentista Belenense ainda profetizou sobre Edu Dias: “Eduardo Dias se expressa como um artista amazônico, que nos fala com uma variedade de ritmos marcantes, e tenho certeza de que sua música ficará registrada na memória do tempo e fará parte do nosso cancioneiro”.

Eduardo Dias, tem como marco da sua carreira musical, o lançamento do compacto duplo Lira d'água em 1986, na Feira Pixinguinha. Mas foi em 1991 que lançou o primeiro LP, no dia 13 de maio, uma segunda feira chuvosa, em noite de autógrafo no Teatro Experimental Waldemar Henrique. O disco gravado no Studio analógico Gravodisco, pelo selo Brilho Produções, tem arranjos de Adalbert Carneiro, Dedê dos teclados, e contou com Alcyr Meireles na flauta, a produção de Eduardo Dias, tem a participação especial de João Otaviano na faixa Dança na Mata de Beto Paixão, e Ferrari Júnior em O Rio do meu lugar, primeira interpretação em disco da soprano paraense Márcia Aliverti.

O disco teve a foto de capa do saudoso Ary Sousa, e arte de Norma Kobayashi, fotos no encarte de João Ismael Paraense.

Para quem valoriza e se orgulha da riqueza cultural e da musicalidade obidense, o Portal Obidense, tem um programa voltado ao artista da terra, que vai ao ar todos os domingos a partir das 08h30mn. Transmitido pela rádio web obidense e FanPage do Portal Obidense.



Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.3%
22.3%
10.1%
1.7%
0%
0%
15.3%
1.7%
0.6%
33.8%
1.7%
3.8%
4.6%
2.0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp