25/05/2016 às 19h07min - Atualizada em 25/05/2016 às 19h07min

Simão Jatene entrega títulos de terras e inaugura UIPP durante visita a Juruti e Terra Santa

Governador do estado do Pará, visitou os dois municípios da região oeste, nesta quarta-feira (25).

Da redação/ Ag. Pará
Fotos: Divulgação/ Ag. Pará

OESTE DO PARÁ – O governador Simão Jatene visitou nesta quarta-feira (25), os municípios de Juruti e Terra Santa, no oeste do Pará. Jatene iniciou a sua visita na região realizando a entrega de 1.813 títulos coletivos de terra, no distrito de Castanhal, município de Juruti, os títulos beneficiam famílias que residem em 52 comunidades do município.

O governador, acompanhado do prefeito de Juruti Marcos Dolzanes, do secretário de estado da Casa Civil José Megale, do deputado estadual Júnior Ferrari, e dos deputados federais Nilson Pinto e Francisco Chapadinha, entregou os títulos aos comunitários diante de quase 1.500 pessoas que participaram do evento.

“Lutamos muito, mas hoje é um dia que vai ficar marcado para sempre na nossa história. Esse título é nossa vida, garante os nossos direitos e nos dá a tranquilidade de trabalhar na terra, que é nossa e ninguém pode nos tirar. Podem ter certeza que as nossas comunidades vão ter grandes melhorias com a chegada desse documento”

, declarou Isaías Vitor.

Além dos moradores da Gleba Curumucuri, a titulação beneficiou famílias do assentamento estadual extrativista Prudente Monte Sinai.

Para o governador Simão Jatene, a concessão de títulos de terra é um reconhecimento de direitos. “As famílias que lutam por esse sonho há muito tempo fazem o milagre diário de transformar a terra e o suor em alimentos que abastecem as grandes cidades. Nada mais justo do que garantirmos o direito que elas possuem. O fato de o título ser coletivo demonstra a união dessas famílias, que se juntam para buscar melhoria para todos”, enfatizou Jatene.

Assentamento - Com os dois títulos coletivos – que dão posse sobre uma área com mais de 100 mil hectares, beneficiando mais de 7 mil pessoas -, também foi assinada a portaria de criação do projeto do Assentamento Estadual Extrativista  Mamuru, que reconhece o direito ao território de 300 famílias, que vivem em uma área de 150 mil hectares.

Convênio - O governador Simão Jatene também assinou um convênio com a Prefeitura de Juruti, no valor de R$ 1 milhão, para a construção de um cais de arrimo na orla da cidade, que está desabando com a força das águas do Rio Amazonas. O prefeito de Juruti, Marco Aurélio Couto, disse que o convênio com o Estado vai garantir a segurança da população que mora ou possui comércio na orla da cidade.

“Na década de 1980 sofremos com um desabamento de quase 1 km da orla. Temos uma falha geológica na frente da cidade, que somada à força do rio oferece risco constante de desabamento. Com esse recurso vamos construir um cais de arrimo para evitar desastres da mesma natureza que ocorreram no passado”, informou o gestor municipal.

Após a solenidade, o governador assistiu a uma breve apresentação das tribos Munduruku e Muirapinima, grupos folclóricos que fazem o Festival das Tribos Indígenas de Juruti (Festribal), realizado no final do mês de julho, como forma de preservar a cultura indígena da região.

De Juruti o governador seguiu para o município de Terra Santa, também no oeste paraense, para a inauguração de uma nova Unidade Integrada Pro Paz (UIPP).


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.4%
22.6%
10.1%
1.8%
0%
0%
15.5%
1.8%
0.6%
33.9%
1.5%
3.9%
3.9%
2.1%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp