15/05/2016 às 12h09min - Atualizada em 15/05/2016 às 12h09min

Seleção obidense joga bem, mas cede o empate no final do jogo de estreia da Copa Oeste

Partida disputada em Curuá, marcou o início da Copa Oeste de Seleções 2016.

Por: Érique Figueirêdo
Fotos: Érique Figueirêdo

CURUÁ – A seleção obidense foi até Curuá, para fazer a sua estreia na Copa Oeste de Seleções 2016, realizada pela Liga Independente do Oeste do Pará. O jogo de abertura da competição foi realizado na tarde de sábado (14), no campo do Paraense, contra a seleção de Curuá, que é a atual vice-campeã da copa.

A população acolheu com entusiasmo a primeira partida oficial de uma competição intermunicipal. A coordenação informou que mais de 2 mil pessoas assistiram a estreia das duas seleções que estão no grupo C, junto com Oriximiná e Juruti.

O jogo

Dentro de campo a seleção obidense conseguiu impor o seu ritmo de jogo logo nos primeiros minutos do primeiro tempo, explorando as jogadas pelas laterais com Pombique e Fino, que buscavam acionar os atacantes Nicoleto e Gunga.

O esquema 4-4-2 utilizado pelo técnico Baixo, conseguiu segurar a empolgada seleção de Curuá, que nos primeiros minutos da partida, apenas explorava a defesa obidense em jogadas de contra-ataque.

A organização do selecionado pauxis dentro de campo, quase resultou em gol. O meia Salsicha por pouco não abriu o marcador, em um lance que terminou em uma forte dividida com o goleiro de Curuá. Gunga também levou perigo ao gol adversário, após arriscar com um forte chute, que foi desviado pela zaga curuaense.

Após os primeiros 20 minutos, Curuá se organizou dentro de campo, e passou a criar mais situações de gol, destaque para as atuações de Genilton, Filho, Dieguinho e Romário.

Aos 30 minutos do primeiro tempo o meia Salsicha teve que sair após sentir o tornozelo, Pelado ocupou a lateral. O primeiro tempo não passou de um jogo movimentado e muito disputado, que encerrou em 0 a 0.

Na volta para o segundo tempo, a seleção de Curuá veio modificada, o meia Maneco saiu para a entrada de Manoel João, que foi o artilheiro de Curuá na copa do ano passado.

Mesmo com a mudança quem voltou melhor foi a seleção obidense, e logo aos 2 minutos Óbidos fez o seu primeiro gol. Fino cobrou falta, a bola voltou para o lateral esquerdo que chutou forte no canto para abrir o marcador para Óbidos, 1 a 0.

Os jogadores obidenses dominaram a partida após o gol, e criaram várias chances para ampliar o placar, novamente explorando as jogadas pelas laterais. Após cobrança de escanteio, Gunga perdeu uma oportunidade clara de ampliar, após pegar de primeira uma sobra de bola em frente ao goleiro Eneias, e mandar por cima do gol.

A equipe abaré, pecava com o excesso de erros, principalmente na troca de passes, e viu a seleção obidense ditar o ritmo de jogo até os 30 minutos da segunda etapa.

O técnico de Curuá, foi obrigado a modificar a equipe logo após o gol, o atacante Filho saiu para a entrada de Nelton, no meio de campo Dieguinho foi substituído por Wallame, e Genilson saiu para a entrada do habilidoso Dilson Paraná, na lateral direita Colante saiu, e Rodrigo atuou na vaga.

As modificações surtiram efeito, a seleção dona da casa melhorou na partida e pressionou os visitantes. Os obidenses sentiram a pressão, e o desgaste físico fez com que o time limitasse ao seu campo de defesa, explorando os raros contra-ataques, com os incansáveis Nicoleto e Pelado.

Com a defesa sobrecarregada, foi a vez do técnico Baixo fazer mudanças em sua equipe, só no segundo tempo foram 4 substituições, mas ao contrário de Curuá, o time de Óbidos não rendeu como se esperava, e em mais um lance de pressão dos donos da casa, após cobrança de escanteio, o artilheiro Manoel João, aproveitou a desorganização da defesa obidense, e subi

u sozinho para deixar tudo igual, aos 45 minutos do segundo tempo.

O empate não desanimou a seleção obidense, que se manteve no ataque nos acréscimos, e no último lance de perigo do jogo, após cobrança de escanteio, o zagueiro Paulinho acabou dividindo a bola com Nicoleto, e os dois jogadores de Óbidos desperdiçaram a oportunidade de fazer o gol, que decretaria a vitória.

Aos 48 minutos do segundo tempo, o árbitro encerrou a partida, que abriu a edição de 2016 a Copa Oeste de Seleções.

Repercussão

A seleção obidense leva para casa um empate importante, avaliado positivamente pela comissão técnica e jogadores, já que o jogo foi realizado em campo aberto na cidade de Curuá. “A partida foi disputada e muito pegada, mas foi dominada em sua maior parte pelos nossos jogadores. Precisamos corrigir alguns erros, mas pra estreia está muito bom, vale lembrar que no ano passado eles nos venceram dentro de casa”, enfatizou o técnico de Óbidos, Manoel Senair,

A seleção obidense volta a campo no próximo sábado, 21 de maio, quando enfrenta a tradicional seleção de Oriximiná, no Estádio Ary Ferreira, às 17h.

Grupo C

A seleção de Juruti, atual campeã da Copa Oeste, venceu a seleção de Oriximiná pelo placar de 2 a 0, a partida foi realizada no Estádio “Bauxitão”, em Oriximiná.

Ficha Técnica

Seleção de Óbidos: Jalico, Pombique (Duru), Paulinho, Marlisson (c), Duruti, Fino (Esquedinha), Salsicha (Pelado), Bere, Gunga (Daniel), Max (Jiló), Nicoleto. Técnico: Manoel Senair (Baixo).

Seleção de Curuá: Eneias, Colante (Rodrigo), Mário, Canidia, Trogão, Romário, Maneco (Manoel João), Genilson (Dilson Paraná), Xandoca, Dieguinho (Wallame), Filho (Nelton). Técnico: Edilson Chaybe.

Quadro de arbitragem: árbitro central – Wilson Silva (Alenquer), assistente nº 1 – Francinei Alencar (Alenquer), assistente nº 2 – Zé Cleber Monteiro (Alenquer).

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.3%
22.5%
10.2%
1.8%
0%
0%
15.2%
1.8%
0.6%
33.3%
1.8%
3.8%
4.7%
2.0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp