15/12/2020 às 10h05min - Atualizada em 15/12/2020 às 10h05min

Câmara de Óbidos aprova lei de insalubridade | Portal Obidense

Agora segue para ser sancionada ou vetada pelo prefeito Chico Alfaia, se aprovada a lei, beneficiará todos os funcionários públicos

Por: Eli Junior
Foto: Marcelo Henrique
ÓBIDOS - Na manhã de segunda-feira, 14 de dezembro, foi aprovada, por unanimidade, a Lei de Insalubridade para todos os servidores públicos do município de Óbidos-Pará. O projeto seguirá para o Poder Executivo, agora para que o atual prefeito, Chico Alfaia sancione ou vete a Lei.

O projeto de lei foi muito debatido nas últimas semanas. Valdo Amorim, relator do projeto na comissão de Economia votou a favor do projeto e comentou sobre insinuações alegando que o Edil era contra o projeto.

"Eu parabenizo o trabalho de vocês, do Portal Obidense porque vocês costumam levar informações verdadeiras a todos. Teve um meio de comunicação, que não vou citar o nome que afirmou que eu era contra. Como eu era contra se eu assinei a favor desse projeto de lei. Então tem que ter responsabilidade com que se informa." Desabafa Valdo.

O projeto de Lei foi aprovado por unanimidade e será encaminhado ainda nesta segunda-feira, 14 de dezembro ao prefeito de Óbidos, Chico Alfaia, PL para que sancione a Lei e pague, ainda em seu mandato a insalubridade aos servidores.

"Como ele (Chico Alfaia) disse que há recursos em caixa, a gente pede que ele pague, ainda esse ano, para os trabalhadores públicos, que eles possam ter um Natal melhor." Disse Rylder Afonso, PSD.

"Os Vereadores fizeram a sua parte e todos os vereadores, que compareceram hoje, colocaram seu nome na história. Porque nunca, antes tinha sido aprovada uma lei dessa. Agora, nós vamos conversar com o prefeito para que os servidores possam receber ainda este final de ano esse pagamento." Informa Erison Campos, presidente do STPMO.






Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.4%
22.4%
10.3%
1.5%
0%
0%
15.5%
1.8%
0.6%
34.2%
1.2%
3.9%
3.9%
2.1%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp