19/01/2019 às 11h41min - Atualizada em 19/01/2019 às 11h41min

Homem que é considerado chefe do tráfico em Oriximiná e Santarém foi preso em operação de força tarefa entre as cidades de Oriximiná, Santarém e Óbidos

Considerado de alta periculosidade, Macaco como é conhecido, foi capturado em ação rápida da polícia realizada no meio da mata em local conhecido como ramal da Varas na divisa de Óbidos e Oriximiná

Por: Márcio Garcia
Foto: Policia Civil
ORIXIMINÁ – Em ação de uma força tarefa que resultou na união das polícias das três cidades do oeste do Pará, Santarém, Oriximiná e Óbidos conseguiram capturar um dos criminosos que segundo o setor de investigação é de alta periculosidade, no meio das investigações foram descobertos ramificações que levam a agentes públicos que supostamente esta envolvidos com o tráfico.

Macaco tentou fugir e foi interceptado no ramal do Mamauru indo para Óbidos, quando um táxi foi abordado, ele e sua companheira estavam na mala do veículo. Essa ação foi em continuidade à operação POINT BREAK, que visa desarticular ações de facção criminosa na região Oeste do Estado, através de representações feitas ao Judiciário pelos delegados,  José William Siqueira Fonseca, titular da DPC de Oriximiná e Rafael Augusto de Andrade, do NAI/BMA, de Santarém , a Polícia Civil de Oriximiná com apoio da Polícia Militar de Oriximiná e da Polícia Civil de Óbidos e do NAI BMA Santarém, prenderam nesta noite, 18/01/2019, por volta de 23h30, após três dias de diligências em meio à mata, ROSIVAN FERREIRA ELEOTÉRIO, vulgo MACACO.

MACACO é o chefe do tráfico de drogas na cidade de Oriximiná e em Santarém, sendo responsável pelo cometimento de inúmeros crimes nas cidades de Oriximiná, Santarém e Óbidos, dentre eles tráfico e associação para o tráfico de drogas, homicídios, ameaças a agentes estatais e corrupção ativa. MACACO estava escondido em uma área de difícil acesso, localizada no ramal das Varas, divisa entre os municípios de Óbidos e Oriximiná. Ele foi preso ao tentar ser exfiltrado por um taxista que o levaria até uma lancha fretada, onde ganharia destino incerto. O veículo em que MACACO estava foi abordado e ele foi encontrado escondido no porta-malas junto com a esposa. Uma arma de fogo calibre 38 foi encontrada no barracão em que utilizava para esconderijo. O barracão foi destruído. Macaco era o principal alvo da operação intitulada “Point Break”.

 Além de MACACO, já foram presos ROSELMA FERREIRA ELEOTÉRIO, irmã de MACACO, HERON VEIGA DE JESUS, cunhado de MACACO, WELLINGTON FERREIRA NASCIMENTO, traficante e homicida (braço direito de macaco que matou o Sr. EDIVAR, idoso de 68 anos, em outubro do ano passado), a mando de MACACO,  e agora pela manhã MAGNUN DE SOUZA MOREIRA, vulgo OLHÃO, preso pela equipe da PC de Alenquer, todos com posição de liderança na facção criminosa que atua no Estado do Pará.

A operação contou ainda com apoio da SUPERINTENDÊNCIA DA 12ª RISP BAIXO AMAZONAS e da SECCIONAL URBANA DE SANTARÉM


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.3%
22.5%
10.2%
1.8%
0%
0%
15.2%
1.8%
0.6%
33.3%
1.8%
3.8%
4.7%
2.0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp