20/12/2017 às 10h31min - Atualizada em 20/12/2017 às 10h31min

Em tempos de crise e desemprego, a saída é não baixar a cabeça e seguir em frente, assim seu Bernaldino faz sucesso nas ruas de Óbidos.

Por: Rafaela Aquino
Fotos: Rafaela Aquino - Seu Bernaldino

ÓBIDOS – Uma das profissões mais antigas e com uma pitada de sabor e que causa um sorrisão no rosto das pessoas que gostam de saborear um delicioso mingau caseiro, mantem sua importância quando feito com muita dedicação, asseio e zelo.

Em Óbidos os vendedores de mingau sempre foram tratados com muito carinho pela população, historicamente eram os mais conhecidos, com o passar do tempo, foram ficando raros os grandes mestres se foram, porém, com a situação econômica do país, ressurge novamente, mas agora quem faz sucesso em Óbidos, é um bom baiano.

Na terrinha, quem nunca experimentou um delicioso mingau de milho verde, mungunzá, banana ou de arroz com jerimum? Com certeza muita gente, hoje essas iguarias estão raras, sentimos saudade da vovó!   

Para quem nunca experimentou então não sabe o quanto é gostoso e seu Bernaldino resolveu trazer de volta de forma profissional, mas com muito sabor.

Na cidade presépio, ele pode até passar despercebido, menos nas lentes do Portal Obidense, que as vezes é criticado por ser regional de mais, mas a história simples e verdadeira precisa ser registrada.

É vendendo essa iguaria, deliciosa que seu Bernaldino Reis, natural da Bahia, tira seu sustento, vendendo seu delicioso mingau, pelas ruas enladeiradas de Óbidos, com um carrinho de mão super adaptado e duas panelas de alumínio, como dizia a vovó “bem ariada”, ou seja, super limpa brilhando. Mas além do material, tem a forma da apresentação do Bom Baiano, faz questão de estar a caráter, com seu jaleco branco e seu chapéu acessório primordial que ajudam nos cuidados com a limpeza e higiene dando ao seu cliente a segurança no preparo do alimento.

Seu Bernaldino conta sorrindo. “Olha, tenho minha rota e também os horários, então muitos já sabem quando vou passar, mas já teve muita gente que saiu correndo atrás de mim, chamando... seu Bernaldino...seu Bernaldino... para não perder o mingau”.

Seu Bernaldino vende mingau na cidade de Óbidos, a oito messes, sua história começou quando houve a necessidade de ficar no município, pois trabalhava como vendedor de balancinhos para crianças por vários municípios vizinhos a Óbidos, isso o deixava longe de sua família, a idade ia chegando os negócios não estavam dando os lucros como antes, passagem, estadia alimentação... Então com a técnica de fazer mingau com maestria, que aprendeu quando jovem resolveu mudar radicalmente e apostou tudo e fez acontecer.

“Sempre gostei de fazer mingau em casa e todos gostavam, quando decidir parar de ser vendedor de balancinhos, e ficar mais próximo de minha família, surgiu essa ideia de vender meus mingaus... e não foi que deu certo! Hoje fico perto de minha família gosto do que eu faço e consigo tirar minha renda das vendas das minhas deliciosas guloseimas”. Disse o modesto Bernaldino.

Segundo seu Bernadino, na semana seu lucro atinge em média 300 a 350 reais, um dinheiro que lhe ajuda de mais, entre meio a algumas dificuldades a recompensa de estar perto sua família.

Aquele mesmo recado, que muitos já ouviram para seu empreendimento ter sucesso. “Acordo sempre às 4h da manhã para fazer o de banana e terminar os preparativos do mungunzá. Às 06:30 já está tudo pronto para sair, tenho a grande ajuda de minha esposa, posso dizer que estou feliz”. Finalizou Bernaldino.

Aprendemos um pouco com seu Bernaldino, que tomamos a liberdade de chamá-lo de Bom Baiano. Nunca devemos desanimar, baixar a cabeça, a tranquilidade de se comportar de forma profissional, cuidar do que faz, fazendo com zelo e prazer, a receita do sucesso para enfrentar as dificuldades, em tempo de crise, ele oferece um delicioso mingau para adoçar a vida.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.3%
22.5%
10.2%
1.8%
0%
0%
15.2%
1.8%
0.6%
33.3%
1.8%
3.8%
4.7%
2.0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp