14/11/2015 às 12h43min - Atualizada em 14/11/2015 às 12h43min

Registros de atos infracionais cometidos por menores aumentaram em Óbidos e MP leva a discussão sobre o problema para comunidade escolar

O aumento em Óbidos do envolvimento de crianças e adolescentes com drogas álcool e a evasão escolar, chamaram a atenção das autoridades.

Da Redação
Foto: Divulgação

ÓBIDOS – O aumento do número de registros de atos infracionais cometidos por crianças e adolescentes em Óbidos, chamou a atenção do Ministério Público Estadual, que resolveu promover palestras sobre o assunto, alertando a sociedade sobre o agravamento dessa situação. Na tarde de sexta-feira (13), Ministério Público Estadual, Polícia Militar, Conselho Tutelar e a Secretaria Municipal de Educação, realizaram uma palestra como o tema: “Comportamento escolar e conduta dos adolescentes”, na Escola Municipal de Ensino Fundamental São Francisco, localizada no bairro de Lourdes.

O objetivo da palestra foi chamar a atenção dos pais e responsáveis dos alunos, sobre a importância do papel da família na “Rede de Proteção da Criança e do Adolescente”, prevista no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que tem o papel de garantir os direitos coletivos e individuais no que compreende o universo da criança e do adolescente.

Os fatores de violência estão presentes no município, disse ao Portal Obidense a promotora Evilin Esteves. Para a titular do MP da comarca de Óbidos é preciso que a responsabilidade sobre as crianças e adolescentes seja compartilhada com toda a sociedade, em especial com as famílias. “A nossa preocupação e deixar claro essa atribuição, essa responsabilidade da família sobre essa situação de violência e não só atribuir ao estado essa situação de negligência que estamos encontrando aqui no município tão bonito que é Óbidos”, disse.

Alunos flagrados portando arma branca, consumindo drogas e bebidas alcoólicas e se envolvendo em brigas dentro do ambiente escolar, tem sido cada vez mais constantes, segundo o Conselho Tutelar. A presidente da entidade ressaltou ainda os altos índices de evasão escolar, registrados nos últimos meses. “A sociedade de uma forma em geral tem que se mobilizar, mas antes de tudo a família não pode fugir da sua responsabilidade, porque ela é a principal responsável pelas nossas crianças e adolescentes. Temos registrados casos de infrações graves em diversas escolas da cidade e a evasão escolar aumentou significativamente, por isso estamos encaminhando para a Promotoria Pública um relatório, para que seja tomada uma medida”, disse Clara Helena Barbosa.

O responsável pelo setor de comunicação da 29º Companhia Independente de Polícia Militar (29º CIPM), Sargento Rocha, participou da palestra e falou da atuação da polícia nos casos de infrações envolvendo alunos menores de 18 anos. “A droga e a bebida alcoólica, na maioria dos casos, estão sempre envolvidas nas infrações flagradas por nossas guarnições. Esse é um mal que temos que combater diariamente e a conscientização de todos, é sem dúvida um grande aliado”.

Outras palestras como a que ocorreu na Escola São Francisco, devem ser realizadas nas demais escolas das redes municipal e estadual de ensino. “A sociedade obidense pode contar com o Ministério Público, estamos de portas abertas e que casos como esses de negligência, sejam cada vez menores”, finalizou a promotora do MP.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.4%
22.5%
10.3%
1.5%
0%
0%
15.2%
1.8%
0.6%
34.3%
1.2%
4.0%
4.0%
2.1%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp