22/05/2017 às 09h46min - Atualizada em 22/05/2017 às 09h46min

Entre muitas comunidades que enfrentam problemas na cheia destacamos, a comunidade de Nossa Senhora das Graças.

Por: Walmir Ferreira
Foto: Portal Obidense

ÓBIDOS - A enchente mudou a rotina dos moradores ribeirinhos. De seis em seis meses a região de várzea muda radicalmente e os moradores sabem como “lidar” com as mudanças climáticas. O principal meio de transporte, as canoas e as velozes bajaras com motor rabeta fazem o deslocamento das famílias de um lado a outro. Para a pescaria ou para chegar à casa de um vizinho.

A comunidade rural Nossa Senhora das Graças, região do Paraná de Baixo, município de Óbidos é uma das regiões atingidas pela cheia dos rios. E a mudança é refletida no nível da água sob o assoalho das casas que influencia diretamente a vida dos ribeirinhos. As pontes e marombas são necessárias e ligam a casa ao plantio, os animais aos donos, a produção ao produtor.

A comunidade quilombola vive exclusivamente da produção da agricultura familiar. A pescaria ainda é o grande carro chefe para muitos pais de família. Mesmo com tantas dificuldades os moradores não economizam sorrisos e boa receptividade com os visitantes. Um convite à outros retornos.

A comunidade enfrenta problemas com a estrutura da escola, com mais de trinta anos e nunca foi reformada. A máquina de força recebeu manutenção para garantir o fornecimento de água para as demais famílias. A estrutura da caixa d'água carece de reparos. Algumas residências estão há poucos centímetros da água. Um problema que pode ser maior com o aumento do nível do rio.

O nível do rio Amazonas estava até o dia 20 de maio em 7.97 centímetros. 24 centímetros maior que a cota de alerta que é de 7.73 centímetros. Esta já está sendo considerada uma das maiores enchentes, ficando atrás apenas que a de 2012 e 2009 que foi a maior já registrada na região, na ultima década. O rio da uma trégua e começou a baixar, começará uma nova rotina, para os ribeirinhos.

Todos esses números são importantes e revelam o quanto o aumento da água do rio causa impacto na vida do ribeirinho, mas nunca impede a alegria deste povo.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.4%
22.6%
10.1%
1.8%
0%
0%
15.5%
1.8%
0.6%
33.9%
1.5%
3.9%
3.9%
2.1%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp