07/11/2015 às 14h26min - Atualizada em 07/11/2015 às 14h26min

Estudantes da rede estadual participam do Salão do Livro do Baixo Amazonas

A oitava edição do evento realizado em Santarém, homenageia os 120 anos da migração japonesa no Brasil.

Por: Márcio Flexa
Ag. Pará de Notícias
Fotos: Rai Pontes/ Ascom Seduc

SANTARÉM - No VIII Salão do Livro do Baixo Amazonas, aberto nesta sexta-feira (6), no Parque da Cidade, em Santarém, no oeste do Pará, a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) mantém o Espaço Educação, que levará ao público visitante projetos educacionais desenvolvidos em 35 escolas da rede estadual, movimentando cerca de 600 alunos de quatro municípios da região. A Seduc também oferta o bônus Credlivro, no valor de R$ 400 mil, para mais de dois mil servidores no Baixo Amazonas.

“A leitura é fundamental para o desenvolvimento da educação, e é buscando cada vez mais levar a leitura aos nossos professores e servidores que a Seduc envolve um grande número de alunos e professores na feira e Salões do Livro por todo o Estado e incentiva os professores com o Credlivro", disse a secretária de Estado de Educação, Ana Claudia Hage.

O VIII Salão do Livro da Região do Baixo Amazonas conta, neste ano, com 40 estandes, 25 do Pará e 15 de outros Estados, com 220 editoras representadas. Cerca de 120 mil visitantes acompanharão a programação, que inclui, além da comercialização de 100 mil títulos, oficinas de leitura, apresentações teatrais, exibição de filmes e conversa com escritores, entre outras atividades, até o dia 15, data do encerramento.

O gestor da Unidade Regional da Seduc, Dirceu Amoedo, explica que o Espaço Educação permite que as escolas possam apresentar os projetos e programas que são desenvolvidos durante o ano letivo nas escolas estaduais. Para preencher a programação durante o salão, todas as escolas do Baixo Amazonas foram convocadas, e os professores interessados inscreveram os projetos a serem levados ao público no estande.

"Este é o momento de socializar a produção de conhecimento que é feita nas escolas estaduais e valorizar o professor e os alunos da rede estadual de ensino. O Salão do Livro traz a possibilidade de mostrar o trabalho dos nossos alunos e também propicia o acesso aos nossos professores a um grande numero de publicações, livros e produção de conhecimento que vêm enriquecer a educação dentro da sala de aula", explicou. O evento é promovido pelo Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult), em parceria com a Prefeitura de Santarém.

Incentivo 

A Seduc assegura aos docentes da rede pública que atuam na região oeste o Credlivro, bônus concedido aos professores para que possam adquirir livros durante o evento. Na XIX Feira Pan-Amazônica do Livro, ocorrida em maio deste ano, no Hangar, em Belém, o Credlivro beneficiou 19 mil servidores com créditos que totalizaram quase R$ 3 milhões. O Credlivro é coordenado pelo Sistema Estadual de Bibliotecas Escolares (Siebe).

“Teremos um estande no local para atendimento aos profissionais de educação durante os dez dias do evento”, informa a coordenadora do Credlivro, Socorro Carvalho. Ao conceder o bônus, o Estado busca viabilizar o acesso dos docentes da rede estadual de ensino a livros e outras publicações. Para saber se será contemplado com o Credlivro, os servidores das escolas estaduais no Baixo Amazonas dispõem de um link específico de consulta, disponível no site da Seduc, www.seduc.pa.gov.br

Serviço: VIII Salão do Livro da Região do Baixo Amazonas. De 6 a 15 de novembro, no Parque da Cidade Espaço Pérola Tapajós. Horário de funcionamento: de segunda a sexta-feira, de 9h às 22h, e aos sábados, domingos e feriado, de 15h às 22h. A programação do Espaço Educação está no site da Seduc.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.4%
22.5%
10.3%
1.5%
0%
0%
15.2%
1.8%
0.6%
34.3%
1.2%
4.0%
4.0%
2.1%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp