17/02/2017 às 20h33min - Atualizada em 17/02/2017 às 20h33min

Dois homens armados entram na loja Comam em Oriximiná e levam em média a quantia estimada de R$ 33.441.

Existe suspeita que os assaltantes vieram pela estrada da cidade de Óbidos, o proprietário do estabelecimento está indignado, vai parar com a atividade com o banco e pede segurança.

Por: Márcio Garcia
Foto: Márcio Garcia

ORIXIMINÁ – No final da tarde as 17:30h, desta sexta-feira (17) dois homens armados invadem a loja COMAM especializada em venda de motores para embarcações e motores agrícolas que fica na rua Magalhães Barata no centro de Oriximiná, oeste do Pará. Além do Objeto social de comercio, também trabalham com prestação de serviço no atendimento de correntista e clientes de uma agencia do Bradesco Expresso que funciona dentro do estabelecimento.

Os assaltantes chegaram rapidamente de mochila em uma moto bross de cor vermelha, toda suja de lama como se tivessem vindo de outra cidade ou lugar. Testemunham afirma que chegaram, foram na feira onde vende peixe assado almoçaram e depois subiram para fazer o assalto. Forte suspeita que sejam de Óbidos.

Nosso correspondente em Oriximiná reporte Marcio Garcia, conversou com uma funcionária da loja que foi abordada pelo bandido que relatou: “Chegaram abordando, apontando a arma na minha direção e pedindo o dinheiro dizendo. Passa, passa já o dinheiro, agora se não vou atirar, foi que eu joguei o dinheiro e ele colocou em uma sacola verde de supermercado. Levou todo o dinheiro do banco expresso Bradesco, uma parte da loja, em quanto que o outro levou o celular Aphone na minha patroa! Eles eram magrelos, alto, moreno (vi pela cor da mão, era só o que aparecia) camisa vermelha, mangas compridas e sandália havaiana. Senti uma sensação de morte,

eu nasci de novo, não quero isso pra ninguém”.

Na oportunidade o proprietário do estabelecimento Sr. Josenal Barbosa, falou ao Portal Obidense: “O que me parece que os bandidos já tem ciência do nosso trabalho, como funciona e a gente sabe disso, que os bandidos ficam monitorando tudo tanto no centro como nas lojas de bairros, inclusive eles sabem que o volume da movimentação financeira do Bradesco na loja é muito superior as demais agencias, ou seja monitorando toda a cidade. Eu me sinto constrangido com a situação, por ser um cidadão, empresário que paga seus impostos, como qualquer outro cidadão que também pagam. Eu acho que é obrigação das autoridades e isso não é um favor, a polícia precisa fazer um trabalho pois o que veja na cidade de Oriximiná é veículo trafegando sem placa principalmente motos e não são abordadas, não são paradas... Eu quero pedir, fazer um apelo as autoridades para que se trabalhe, façam isso, estamos parando com as atividades com o Bradesco, pois não temos segurança, não temos proteção as policias precisam assumir seu papel”.

A polícia Civil esteve no local, registrou a ocorrência e irá fazer investigar o caso.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.3%
22.3%
10.1%
1.7%
0%
0%
15.3%
1.7%
0.6%
33.8%
1.7%
3.8%
4.6%
2.0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp