09/02/2017 às 20h53min - Atualizada em 09/02/2017 às 20h53min

Mais um crime bárbaro na cidade de Oriximiná, jovem é assassinado com um golpe de faca no pescoço.

Por: Marcio Garcia
Foto: Márcio Garcia

ÓXIRIXIMINÁ – A polícia de Oriximiná, guarnição comandada pelos Sargentos José e Marlison em tempo recorde, que durou em média 30 minutos após o ocorrido, agiram rápido e através de informações prenderam o autor do crime Janderson Seixas Souza de 24 conhecido como branquinho, que com frieza confessou ter matado o jovem Cleodinei Marques dos Santos de 23 anos de idade em uma briga na frente de uma casa de show da cidade.

O Crime aconteceu por volta das 2h:30mn na madrugada de quarta para quinta-feira (09).

Nosso correspondente repórter Márcio Garcia falou com o acusado do crime o Janderson Seixas Souza:

- MG – Janderson o que aconteceu?

- Acusado: Foi uma briga, mesmo na frente da festa.

- MG – Tu já conhecia a vítima antes?

- Acusado: Não! Nunca tinha visto.

- MG – Você tava armado! Você sempre sai armado de Casa?

- Acusado: Não! Não! Só ontem mesmo, que eu sai armado.

- MG – Agora o que aconteceu para gerar essa briga e você cometer esse crime?

- Acusado – Não, sei, foi na hora mesmo.

-

MG – Segundo informações, tu tava em companhia do teu irmão? Ele teve participação no crime?

- Acusado: Tava com meu irmão, mas ele não teve nada a ver.

- MG – Segundo testemunham, relatam.... que um empurrou e o outro furou, confere isso?

- Acusado: Não, não... Isso, tão mentindo...ninguém empurrou, eu fui só eu mesmo.

- MG – A polícia conseguiu te capturar onde?

- Acusado: Lá em casa... eu tava lá em casa mesmo.

- MG – Depois que você soube que ele morreu?

- Acusado: Eu fiquei la em casa, eu não corri não.

- MG – A tua intenção não era mata-lo?

- Acusado: Não! Não era matar... eu só queria dar um susto nele.

- MG – Vocês tá arrependido?

- Acusado: Tô mesmo...

Mas segundo a polícia Militar a história não foi dessa forma, o Portal Obidense falou com o sargento Julio Cezar que disse: “A policia Militar mais uma vez respondendo a sociedade prendendo o elemento suspeito. O acusado, ele afirmou, confessou a autoria do crime e conduzimos até a delegacia. Segundo ele informou que já havia um problema entre eles anteriormente e seria um acerto de contas, a vítima veio cobrar satisfações da maneira errada. Após ele cometer o crime, ele saio andando, não fugiu e não correu, foi embora para a sua casa, conseguimos o endereço, cercamos o local e fizemos a prisão, porém ele não reagiu e assumiu a autoria do crime”.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual BANDA ou CANTOR que vc gostaria de ver num Grande Evento Paraense em 2020 em Manaus

2.4%
22.5%
10.3%
1.5%
0%
0%
15.2%
1.8%
0.6%
34.3%
1.2%
4.0%
4.0%
2.1%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp