22/02/2024 às 11h21min - Atualizada em 22/02/2024 às 11h21min

Após atacar Israel, Lula é apoiado por Bolívia, Cuba e Venezuela

Presidentes dos três países se manifestarem a favor do petista. Líder da Colômbia também disse que o presidente do Brasil "só falou verdades"

Da Redação
Pleno News

Presidente Luiz Inácio Lula da Silva Foto: Ricardo Stuckert/PR


MUNDO - As declarações do presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre a situação na Faixa de Gaza ganharam o apoio de outros países da América. Em publicações sociais, os presidentes de Bolívia, Cuba, Colômbia e Venezuela comentaram a declaração do petista e saíram em defesa do presidente brasileiro.

No último domingo (18), o petista foi questionado por jornalistas sobre situações ocorridas em outros países, como na Venezuela. Em resposta, Lula criticou o ataque à Faixa de Gaza por Israel e comparou a situação com o que Adolf Hitler fez com os judeus na 2ª Guerra Mundial.

Em sua rede social, Luiz Alberto Arce, presidente da Bolívia, expressou solidariedade a Lula e afirmou que “a história não perdoará aqueles que são indiferentes à esta barbárie”.

O presidente de Cuba, Miguel Díaz-Cane, disse que “aplaude” a valentia de Lula e que ele “estará sempre do lado certo da história”.

Gustavo Petro, presidente da Colômbia, afirmou que “Lula só falou a verdade, e defende-se a verdade, ou a barbárie nos aniquilará”.

Já Nicolas Maduro, da Venezuela, afirmou em entrevista ao programa de TV “Con Maduro+” que “o que estão fazendo, como disse o presente Lula da Silva na reunião da União Africana, o que estão fazendo a partir do governo israelense é a mesma coisa que Hitler fez contra o povo judeu”.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp