19/02/2024 às 16h19min - Atualizada em 19/02/2024 às 16h19min

Reflorestamento é combinado com agricultura familiar na região amazônica

Realizada pelo Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia e pela IHS, ação agloflorestal ocupa área equivalente à utilizada na construção de torres de telecomunicações

Por:Fernando Sant'Ana
Portal Obidense

Foto: Acervo Iniciativa Café Apuí Agroflorestal

AMAZÔNIA - Cobrindo uma área de nove hectares no município de Apuí, Amazonas, foram plantadas 17 mil mudas de espécies nativas e agrícolas, incluindo pés de café, em uma ação agroflorestal, que associa o reflorestamento com a agricultura familiar. 

A área de plantio equivale à área aproximada do programa de construção de torres de telecomunicações da IHS Brasil, em 2021. A IHS é um dos maiores proprietários, operadores e desenvolvedores independentes de infraestrutura compartilhada de comunicações do mundo em número de torres. 

A iniciativa foi realizada em parceria com o Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia (Idesam), uma ONG ambiental que se dedica a encontrar soluções para os desafios sociais e ambientais da região amazônica, apoiando produtores rurais, comunidades tradicionais e povos indígenas. Segundo o Idesam, o potencial estimado de captura de carbono da área reflorestada é de 2.286 tCO2. 

Com altas taxas de desmatamento, o município de Apuí, com uma população de mais de 20 mil habitantes, é uma área estratégica para o desenvolvimento da produção cafeeira em pequena escala. Esta iniciativa, combinada com novas técnicas de produção, ajuda a proporcionar um rendimento alternativo e sustentável às comunidades locais. Em 2024, está previsto o plantio de mais cerca de 7,9 mil mudas por meio dessa parceria, recuperando mais quatro hectares de áreas degradadas. 

Paola Bleicker, diretora Executiva do Idesam, afirma: “Nosso objetivo é promover uma economia nova, inclusiva e sustentável na região amazônica, criando conexões e soluções para as comunidades locais, proporcionando caminhos inovadores para a mitigação das mudanças climáticas e geração de renda sustentável”. 

Michel Levy, CEO da IHS Brasil, comenta: "Estamos comprometidos em apoiar as comunidades próximas de nossas torres e continuar a trabalhar com parceiros externos para ajudar a melhorar a qualidade de vida e salvaguardar a preservação ambiental. A colaboração com o Idesam nos permitiu oferecer uma iniciativa focada na comunidade que ajuda a limitar os danos ambientais juntamente com nossas atividades de construção de torres.” 

A IHS Towers é uma das maiores proprietárias, operadoras e desenvolvedoras independentes de infraestrutura compartilhada de comunicações do mundo, por número de torres, e é uma das maiores empresas multinacionais independentes do setor de torres com foco exclusivo nos mercados emergentes. A Empresa mantém cerca de 40.000 torres em seus 11 mercados, incluindo Brasil, Camarões, Colômbia, Costa do Marfim, Egito, Kuwait, Nigéria, Peru, Ruanda, África do Sul e Zâmbia. 

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp