02/11/2023 às 09h09min - Atualizada em 02/11/2023 às 09h09min

Adepará inicia Etapa Novembro de Vacinação contra a febre aftosa, a última do ano

Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (Adepará) quer vacinar rebanhos bovinos e bubalinos de 0 a 24 meses de idade

Da Redação
Ag. Pará

Portal Obidense  Publicidade 790x90

Foto: Divulgação

PARÁ - Tem início nesta quarta-feira, 01 de novembro, a última etapa de vacinação contra a febre aftosa do ano no Pará. Na Etapa Novembro, que abrange 127 municípios paraenses, a Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (Adepará) pretende vacinar bovinos e bubalinos de 0 a 24 meses de idade.

O produtor deve ficar atento aos prazos para imunizar o rebanho e notificar que vacinou seus animais ao Serviço Veterinário Oficial. De 01 a 30 de novembro o produtor deve adquirir, aplicar a vacina e já pode declarar também. De 01 a 15 de dezembro pode somente declarar. Esse prazo  precisa ser obedecido para não incorrer em sanções. 

De acordo com a Adepará, na Etapa Novembro de 2023 devem ser vacinados mais de 11 milhões de animais nesta etapa (11.327.869) , a maioria bovinos (11.066.132). Os bubalinos são em torno de 261.737.

A vacinação ainda é obrigatória no Pará e deve ocorrer até o primeiro semestre de 2024, após isso deverá ser suspensa. “No ano que vem nós teremos mais uma etapa e após a suspensão continuaremos com as  fiscalizações e vigilâncias epidemiológicas em propriedades conforme os riscos de cada município, de forma mais pontual e estratégica", explicou o gerente do Programa de Erradicação da Febre Aftosa, o fiscal agropecuário e médico veterinário George Santos.  que abrange bovinos e bubalinos, é de 27 milhões 046 mil 689 animais. A cobertura vacinal contra Febre Aftosa até o momento está em 99,12% do total do rebanho.

Novo sistema - A Agência de Defesa Agropecuária mudou o sistema de informações agropecuárias com o objetivo de agilizar os processos agropecuários do Estado. A partir de 1º de Novembro, a  Agência de Defesa começa a utilizar o SIGEAGRO (Sistema de Gestão Agropecuário do Estado do Pará), que foi desenvolvido pela área técnica da Agência. 

Adepará destaca que para continuar usufruindo dos serviços prestados pela Agência de Defesa, o produtor deve fazer o primeiro acesso no novo sistema. Veja aqui. 

Um tutorial (Manual para Sistema Adepará) foi desenvolvido para orientar o produtor a utilizar o SIGEAGRO. Caso haja dúvidas, deve-se entrar em contato com o suporte do sistema: (91) 98438-8720.

Retirada da vacina – O plano de retirada da vacinação contra febre aftosa prevê que ocorra uma etapa de vacinação no primeiro semestre de 2024. Após isso, a imunização do rebanho será suspensa e o Estado deve obter um novo status sanitário de Zona Livre da Doença Sem Vacinação. Com isso, os trabalhos de defesa sanitária que garantem a qualidade do rebanho serão mantidos e intensificados.

Atualmente, o Pará é considerado área livre da doença com vacinação, e a Agência de Defesa vem desenvolvendo diversas ações estratégicas previstas no Plano Estadual de Erradicação da Febre Aftosa para obter o novo status sanitário,  88% delas já foram concluídas.

A retirada da vacina possibilitará a abertura de novos mercados para o setor pecuário paraense, agregação de valor aos produtos cárneos, geração de emprego e renda, além de outros incentivos à produção pecuária, objetivos comuns ao programa do governo do Estado.

Portal Obidense  Publicidade 790x90


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp