30/10/2023 às 16h01min - Atualizada em 30/10/2023 às 16h01min

Arca de Noé: Ruínas na Turquia datam do período do dilúvio

O local e a data correspondem aos relatos bíblicos, dizem arqueólogos

Da Redação
Pleno News
Arca de Noé Foto: YouTube Discovered Media

TURQUÍA - Pesquisadores trabalham há mais de um ano coletando amostras que possam confirmar ou descartar que a formação geológica no pico mais alto da Turquia é, na verdade, a Arca de Noé.

Localizada no distrito de Doğubayazıt, em Ağrı, a montanha com contornos semelhantes a uma arca foi descoberta em 1956 e agora os cientistas estão muito perto de desvendar o mistério.

O local exato da montanha corresponde aos relatos bíblicos de Gênesis que falam que, após 150 dias de dilúvio, a Arca de Noé pousou nas montanhas de Ararate, local correspondente à Turquia.

Trabalham neste grande projeto especialistas liderados pela Universidade Técnica de Istambul (İTÜ), pela Universidade Andrews e pela Universidade Ağrı İbrahim Çeçen (AİÇÜ).

De acordo com o site Arkeonews, os trabalhos começaram em dezembro de 2022 com 30 amostras de fragmentos de rocha e solo que foram enviados ao laboratório da İTÜ.

Os primeiros resultados das análises foram divulgados e, de acordo com o vice-reitor da AIÇÜ, professor Faruk Kaya, há comprovação de que houve sim a presença de humanos no topo da montanha.

– De acordo com as primeiras descobertas obtidas nos estudos, houve atividades humanas na região desde o período Calcolítico entre os anos 5.500 e 3.000 a.C. – a data seria a mesma do relato bíblico sobre Noé e o dilúvio.

E continuou:

– Em termos de datação, afirma-se que também existia vida nesta região. Isso foi revelado nos resultados de laboratório.

Mas segundo o professor, ainda não é possível afirmar que a grande arca está no alto do monte.

– Precisamos trabalhar muito para revelar isso – concluiu.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp