26/04/2023 às 07h43min - Atualizada em 26/04/2023 às 07h43min

Senador pede para Campos Neto não entregar o BC a um ‘ex-presidiário’ | Portal Obidense

Plínio Valério solicita ao presidente do BC paciência e resistência aos ataques do governo Lula

Da Redação
revistaoeste.com
revistaoeste.com

BRASIL - O senador Plínio Valério (PSDB-AM) pediu ao presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, para não entregar o comando do órgão a um “ex-presidiário”. O pedido do parlamentar ocorreu nesta terça-feira, 25, durante a audiência realizada no Senado.
 

Na audiência pública, o presidente do BC foi convidado a prestar informações sobre a taxa básica de juros (Selic), atualmente em 13,75%. O patamar da taxa de juros tem sido criticado pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva.
 

Valério pediu a Campos Neto paciência e resistência aos ataques do governo. Além disso, o parlamentar pediu para o presidente do BC não pedir demissão. “Não entre nessa, não pegue o boné, não se aborreça”, disse o senador.
 

Na visão de Valério, se Campos Neto deixar o comando do Banco Central, a instituição ficará sob responsabilidade de um “ex-presidiário” do PT.
 

O senador reclamou dos críticos que atacam Campos Neto pelo fato de ele não ter sido eleito pelo voto popular. “Esses mesmos que criticam esse fato são aqueles que aplaudem os ministros do Supremo quando dão aquelas canetadas de forma burocrática, mudando tudo que a gente faz no Congresso.”

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp