08/04/2023 às 09h05min - Atualizada em 08/04/2023 às 09h05min

Arqueólogos encontram mãos decepadas do Antigo Egito | Portal Obidense

Prática era provavelmente feita antes de ser registrada nas tumbas

Da Redação
revistaoeste.com
revistaoeste.com

INTERNACIONAL - Uma equipe de arqueólogos descobriu 12 mãos decepadas enterradas, com a palma para baixo, em três covas em um antigo palácio egípcio dos hicsos, no nordeste do Egito. O estudo foi publicado na revista Nature, em 31 de março.
 

Os achados fornecem a primeira prova de amputações nessa cultura, além de uma nova visão sobre os aspectos “mais sombrios” da história egípcia. Segundo os especialistas, não é certo se as mãos foram amputadas de pessoas que já haviam morrido, ou se estavam vivas, mas foi determinado que os restos pertenciam a homens adultos.
 

Os arqueólogos afirmaram que as mãos foram encontradas totalmente intactas, com tendões e ligamentos, e que mantinham os ossos juntos.
 

Os responsáveis

 

Novas pesquisas sugerem que o povo hicso tinha a prática chamada de “tomada de troféus”, ou seja, a amputação da mão direita dos inimigos — muito antes de sua representação nas tumbas egípcias.
 

A descoberta traz novos possíveis fatos sobre a evolução das antigas práticas de guerra, além de destacar a influência de culturas estrangeiras no desenvolvimento da sociedade egípcia. Os hicsos foram um povo semita asiático que governou o Egito por volta de 1800 a.C., que iniciou o Segundo Período Intermediário da história do Antigo Egito.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp