23/02/2023 às 13h30min - Atualizada em 23/02/2023 às 13h30min

Operação Curupira - embarga garimpos, inutiliza maquinários e faz apreensões em São Félix do Xingu

Ação objetiva combater o desmatamento, a exploração ilegal de recursos naturais, incêndios florestais e outros atos ilícitos que causam impactos à natureza

Da Redação
Ag. PA

PARÁ - Deflagrada no último dia 15 deste mês pelo Governo do Estado, por meio das Secretarias de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) e Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), a "Operação Curupira" realizou apreensões, inutilizou maquinários e embargou garimpos nas fiscalizações realizadas na região da Área de Proteção Ambiental (APA) "Triunfo do Xingu", localizada em áreas pertencentes aos municípios de São Félix do Xingu e Altamira.

A Operação tem o objetivo de combater o desmatamento, a exploração ilegal de recursos naturais, incêndios florestais e outros atos ilícitos que causam impactos à natureza. Cerca de 45 agentes mobilizados dos órgãos do sistema de segurança pública do estado, Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Secretaria de Fazenda e Adepará seguem nas ações diárias a partir de alinhamentos realizados na base fixa, instalada em São Félix do Xingu.

A estratégia de implantar e manter bases fixas nos pontos estratégicos dos municípios tem sido o diferencial na Operação Curupira, já que reforça a presença do Estado de forma permanente para inibir as ações criminosas na área, como tem sido observado desde a chegada dos agentes no município, destacou Ualame Machado, secretário de Segurança Pública e Defesa Social.



"Nós estamos atuando de forma integrada com os outros órgãos de meio ambiente e fiscalização em áreas que são monitoradas pela Semas a fim de inibir os atos ilícitos na área que geralmente iniciam com a derrubada da floresta nesse período para que queimadas não ocorram no segundo semestre, portanto, chegamos desde agora para evitar com que essas ações criminosas ocorram e, se alguma for identificada, os responsáveis sejam penalizados. A base fixa tem esse diferencial, pois chegamos e permaneceremos na área por tempo indeterminado", disse o titular da Segup.

Expansão - No próximo sábado (25), a Operação Curupira chega ao município de Uruará com a implantação da segunda base fixa, e ainda com as ações planejadas especificamente para as áreas do município. A terceira base está prevista para ser implantada até a segunda semana de março, no município de Novo Progresso.

Fiscalização - No período de 15 a 22 deste mês, foram efetuadas mais de 150 abordagens a pessoas e carros, motocicletas e caminhões nas barreiras de fiscalização; também foram apreendidos 35 gados, 100 sacas de carvão e 11 de cacau sem nota fiscal, bem como o caminhão que transportava a carga. Durante as incursões, também foram embargadas 3 áreas de garimpo.

As incursões seguem sendo realizadas diariamente em áreas pré-estabelecidas nos alinhamentos feitos na Base fixa, que reune os órgãos ambientais, de fiscalização e o Sistema de Segurança Pública e Defesa Social (Sieds), além nas barreiras em vias que são acesso as áreas fiscalizadas. O uso de drones com visão termal está contribuindo para a visualização das equipes de solo, além do suporte garantido pelas equipes do Grupamento Aéreo de Segurança Pública (Graesp) que realizam sobrevoos nas áreas de interesse nas ações.

As ações contam com a participação de servidores dos órgãos do Sistema de Segurança Pública, incluindo as polícias Militar, Civil e Científica; Corpo de Bombeiros Militar; Defesa Civil; secretarias de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), da Fazenda (Sefa) e de Administração Penitenciária (Seap), e Agência de Defesa Agropecuária (Adepará). O Graesp garante o apoio aéreo.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp