09/02/2023 às 11h05min - Atualizada em 09/02/2023 às 11h05min

Políticos do PT lideraram gastos no Senado em 2022 | Portal Obidense

Cinco parlamentares do partido estão entre os mais 'gastadores' com despesas de mais de R$ 500 mil cada um.

Da Redação
revistaoeste.com

revistaoeste.com

BRASIL - Os políticos do Partido dos Trabalhadores (PT) ficaram entre os que mais gastaram no Senado em 2022, considerando as despesas com a cota para o exercício do mandato, correios e viagens. A informação foi publicada pelo site Gazeta do Povo, no domingo 5. 

 

O senador Humberto Costa gastou R$ 432 mil com a cota para o exercício do mandato, sendo R$ 196 mil com locomoção, hospedagem e alimentação. As viagens para México, Montevidéu, Bogotá, Londres, Oxford e Washington custaram R$ 151 mil, sendo R$ 78 mil com passagens e R$ 73 mil com diárias. Ele ainda gastou R$ 71 mil com correios. 

 

As maiores despesas de Jaques Wagner com a cota parlamentar no Senado foram também com locomoção no seu Estado, num total de R$ 246 mil. Os gastos com viagens oficiais somaram R$ 126 mil, sendo R$ 83 mil com passagens aéreas para o exterior. Só a viagem para a COP27, no Egito, em novembro, custou R$ 47 mil. Contando com as despesas de um assessor, a viagem do senador chegou a R$ 82 mil. 

 

O atual presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, usou R$ 432 mil da cota do senador e mais R$ 125 mil com viagens, sendo R$ 72 mil com diárias. Em novembro, Prates esteve na COP27 e em Roma, recebendo 12 diárias, num total de R$ 27 mil. 

 

O senador Paulo Rocha, do Pará, gastou R$ 442 mil da cota parlamentar e mais R$ 130 mil com serviços dos Correios. Já Rogério Carvalho, senador do PT por Sergipe, teve uma despesa total de R$ 575 mil.

 

Os mais gastadores

Humberto Costa – R$ 658 mil

Jaques Wagner – R$ 587 mil

Jean Paul Prates – R$ 585 mil

Paulo Rocha – R$ 578 mil

Rogério Carvalho – R$ 575 mil

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp