05/12/2022 às 17h04min - Atualizada em 05/12/2022 às 17h04min

Barragem se rompe em Colatina, no ES; outras 9 cidades estão sob alto risco de deslizamentos | Portal Obidense

Número de desalojados chega a 3.075 e desabrigados a 889, segunda boletim da Defesa Civil

Jovem PAN
Barragem se rompe em Colatina, no ES
ESPIRITO SANTO - Nove municípios do Espírito Santo estão sob alerta de alto risco de deslizamento de encostas em razão das fortes chuvas que atingem o Estado. Segundo boletim divulgado pela Defesa Civil na manhã desta segunda-feira, 5, nove cidades têm alerta para alto risco, sendo elas:

Cariacica, Santa Leopoldina, Fundão, Serra, Viana, Ibiraçu, João Neiva, Aracruz e Linhares. Ao mesmo tempo, outros nove municípios estão com risco moderado de desabamentos, são eles: Vitória, Vila Velha, Guarapari, Santa Teresa, Santa Maria de Jetibá, Marechal Floriano, Rio Bananal, Colatina e São Roque do Canãa.

No total, o número de capixabas desalojados – que tiveram suas casas atingidas, mas têm para onde ir – chega a 3.075 e desabrigados somam 889. Até o momento, um óbito foi constatado.

“A vida é o nosso maior bem! Caso veja sinais de trincas ou deslizamentos, saia de sua residência, procure um abrigo seguro e ligue 199”, indica comunicado de alerta máximo da Defesa Civil. A corporação também informa sobre o rompimento de uma barragem no distrito de Baunilha, em Colatina. De acordo com comunicado, a ruptura da estrutura de reserva de água aconteceu “de forma gradual e possibilitou a descarga lenta do volume”.

O rompimento interditou completamente a BR 259. Não há relatos sobre residências atingidas ou vítimas.

Em Colatina, são apenas 3 desalojados. O município com maior número de atingidos é Viana, com 1.113 desalojados, 328 desabrigados e 1 óbito. Em Vitória, capital do Estado, são oito desabrigados.

Reporte do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) alerta para riscos de chuvas intensas no sul do Espírito Santo até 10h desta terça. Nas rodovias federais no Estado, há diversos pontos de interdições parciais e totais, causadas principalmente por alagamentos e erosões pelas chuvas intensas, na BR 101, BR 262 e BR 259. Já nas rodovias estaduais, os pontos de interdições acontecem também por alagamentos, obras, queda de barreiras e erosões. As paralisações acontecem na ES-010; ES-230; ES-405; ES-440; ES-450; ES-375; ES-257; ES-261; ES-181; ES-185; e ES-080.


 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp