22/10/2022 às 03h52min - Atualizada em 22/10/2022 às 03h52min

Pedido de abertura da CPI das Pesquisas é protocolado na Câmara | Portal Obidense

Intenção da Comissão Parlamentar de Inquérito é de investigar o possível uso político dos institutos que fazem levantamentos a respeito das disputas eleitorais

Da Redação
Jovem Pan
Jovem Pan
BRASÍLIA - Nesta sexta-feira, 21, deputados federais protocolaram o pedido da CPI das Pesquisas na Câmara. O pedido contém 179 assinaturas, oito a mais que o mínimo necessário para a abertura do colegiado. A intenção da Comissão Parlamentar de Inquérito é de investigar o uso político dos institutos de pesquisas eleitorais. Os parlamentares querem apurar se estes levantamentos são feitos a fim de influenciar o resultado das eleições em favor de determinados candidatos, partidos ou grupos de determinado espectro político. O pedido de abertura da CPI é de autoria dos deputados Carlos Jordy (PL), Eduardo Bolsonaro (PL), Capitão Derrite (PL) e Paulo Eduardo Martins (PL). Em entrevista à Jovem Pan News, Jordy afirmou que a expectativa é que a leitura do colegiado seja feita na próxima terça-feira, 25: “Eu tenho falado com o Arthur Lira e ele tem demonstrado seu interesse em instalar essa CPI logo na semana que vem. Ele já tinha me cobrado essas assinaturas desde que eu anunciei que estaria protocolando esse requerimento”.
 
“Hoje, finalmente conseguimos o número suficiente de 171 assinaturas. Coletamos um pouco mais de assinaturas para ter uma margem caso tivesse alguma assinatura errada ou alguém pedisse para retirar a assinatura logo após. Nós temos certeza que ela é essencial, a CPI é essencial para a democracia no nosso país”, declarou o deputado. Nesta semana, a Câmara dos Deputados aprovou o requerimento de urgência para o Projeto de Lei do deputado Rubens Bueno (Cidadania) que amplia multas a institutos de pesquisas e altera o conceito de “pesquisa fraudulenta”, mas o presidente da Câmara, Arthur Lira (Progressistas), já confirmou que o texto da proposta ainda deve ser alterado. Líderes da base do governo e da oposição ainda podem construir uma proposta em consenso.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp